Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Pelé aplaude vitória do Brasil sobre a Suécia em amistoso comemorativo ao título de 1958

54 anos após ajudar o Brasil a conquistar seu primeiro título numa Copa do Mundo, Pelé volta ao Estádio Rasunda, em Estocolmo, e vibra com a vitória da Seleção Brasileira sobre a Suécia pelo placar de 3 a 0

Redação Publicado em 15/08/2012, às 17h27 - Atualizado às 18h27

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pelé e a comemoração de Alexandre Pato após marcar um gol no amistoso entre Brasil e Suécia - Reuters; Getty Images
Pelé e a comemoração de Alexandre Pato após marcar um gol no amistoso entre Brasil e Suécia - Reuters; Getty Images

Após a inesperada derrota na final da Olimpíada de Londres, a Seleção Brasileira de Futebol se redimiu ao vencer com facilidade o amistoso contra a Suécia na tarde desta quarta-feira, 15, em Estocolmo. Com dois gols de Alexandre Pato (22) , um de Leandro Damião (23) e excelente atuação de Neymar (20), os meninos do Brasil superaram os donos da casa pelo placar de 3 a 0 em partida realizada no Estádio Rasunda, palco da primeira conquista brasileira de uma Copa do Mundo, em 1958.

Mas não foram apenas as atuais estrelas do esporte que estiveram na capital sueca para a partida. O jogo, que marca a despedida do histórico estádio – com demolição prevista para novembro, teve jogadores ilustres como Pelé (71), Pepe (77), Zito (80) e outros heróis do primeiro título mundial na arquibancada. Antes da partida, os ex-jogadores participaram de diversas homenagens, que incluíam visita ao estádio Rasunda, juntamente com alguns jogadores suecos da Copa de 1958, e jantar com a Rainha Silvia (68), que aconteceu na noite da última terça-feira, 14.

O time brasileiro contou com quatro atletas que não participaram da Olimpíada de Londres – David Luiz (25), Daniel Alves (29), Ramires (25) e Paulinho – enquanto os suecos sofreram com o desfalque Ibrahimovic (30), cortado da partida devido a uma lesão. Após a prata em Londres, a vitória da seleção canarinho alivia a pressão sobre o técnico Mano Menezes (50), mas não garante sua permanência à frente da equipe no próximo amistoso, marcado para o dia 15 de outubro contra o Japão.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!