Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Exclusivo

Wanessa revela intimidades de seu casamento: ''Não tem como manter a chama acesa o tempo inteiro''

A cantora, que esteve em Mangaratiba, brindou a harmonia com os filhos e contou detalhes da carreira

CARAS Publicado em 15/08/2018, às 12h25 - Atualizado às 14h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Wanessa - Marcelo Bruno
Wanessa - Marcelo Bruno

Dois garotinhos cheios de energia se transformaram nos melhores companheiros de viagem de Wanessa Camargo. Ao lado dos filhos, José Marcus e João Francisco, a cantora volta a ser criança durante os dias de descanso no Club Med Rio das Pedras, no espaço La Réserve, em Mangaratiba, Rio.

“Tenho muito prazer de vê-los crescendo e de estar perto deles. Como eu sei que, com eles, cada momento é uma fase que nunca mais volta e todas são primordiais, eu tenho que estar presente”, afirmou ela, que correu na praia com os meninos e se arriscou no arco e flecha.

Os filhos, do casamento de 11 anos com o empresário Marcus Buaiz, são tão encantadores que ela tem se desdobrado para equilibrar seu lado maternal e familiar com a carreira. “Ser mãe e ser cantora é o tempo inteiro tentando aprender a lidar com a culpa. De deixar eles em casa ou de deixar o trabalho. Porque o meu ofício, para mim, é muito importante. Então, às vezes, eu me sinto relapsa com o trabalho, pois estou muito focada em ser dona de casa. E, ao mesmo tempo, o inverso”, avaliou ela, de volta ao batente integralmente há cerca de um ano e meio. “Tudo o que faço, faço com minha verdade. Sou camaleoa. Gosto dessas mudanças. Uma hora você agrada um, outra hora agrada outro… Sou uma pessoa que gosta de coisas diferentes.”

Para aguentar a jornada dupla, com a família e os palcos, a cantora se prepara fisicamente. O reflexo disso é um corpo esguio e muita disposição. “Tenho uma alimentação muito bem feita por uma nutricionista, mas se eu quiser comer uma feijoada, vou comer. Acho importante se alimentar bem e não abusar de fritura e refrigerante. Já fui over, passei fome e fiz muito regime, mas não leva a nada, além de deixar a pessoa estressada. Gosto de comer bem, de ir em restaurantes com o meu marido e pedir desde o couvert até o prato principal e sair empanturrada”, entregou, sem pudor. 

Com tanta ‘cobrança’, Wanessa ainda precisa caprichar na relação com Marcus. Mas ela garante que nenhuma união é perfeita. E que, às vezes, não consegue ser uma mulher fatal por conta da vida atribulada. “Não tem como manter a chama acesa o tempo inteiro. De vez em quando, tenho que pedir perdão dez vezes, por exemplo. Ontem cheguei em casa e ‘morri’ às 20h. A chama muitas vezes falha... Muitas vezes, não consigo nem pensar em colocar uma lingerie, fico muito cansada, prefiro ficar aninhada. O carinho tem que estar sempre presente. É mais importante que o sexo, acho. Mas claro que o sexo ainda é muito importante, afinal não existe casamento sem desejo e sem tesão; senão vira só amizade, né? Tem dias que não vou conseguir ser a mulher sexy para despertar nele o desejo... Já ele é mais difícil, ele está sempre pronto”, confessou, aos risos.

A transparência com que trata os assuntos da sua vida se estende a seu pai, Zezé Di Camargo. Depois de rusgas nos laços entre os dois, Wanessa passou uma borracha no passado e seguiu em frente. Voltou a usar o sobrenome da família paterna em 2017 e a manter uma convivência saudável com o patriarca. “Está tudo bem. Eu evito falar da minha relação com meu pai porque é minha e dele. Não quero que as pessoas se intrometam e não vou dar margem para as pessoas se intrometerem. Eu tenho uma regra na minha vida: de um tempo para cá, ou falo a verdade, ou não falo”, ponderou a cantora, mais madura e cheia de atitude.

O reflexo dessa nova mulher também está explícito na carreira. Este ano, ela lançou a música Mulher Gato, com um clima forte de sensualidade. “Estava com vontade de me divertir um pouco em minha música, que fala sobre um tema mais sexual. Nós também podemos ser sexuais ou não ser. Mas é nosso direito e nossa liberdade ser ou não. Acredito que essa faixa é um pouco cinematográfica”, já disse ela, que em setembro apresenta ainda mais novidades para os fãs.