Música Novo recomeço!

Taylor Swift fala sobre amizade com Katy Perry e relembra episódio polêmico com Kanye West

quarta 18 setembro, 2019
Taylor Swift nos bastidores da 'Reputation Stadium Tour'
Taylor Swift nos bastidores da 'Reputation Stadium Tour' Foto/Destaque Instagram


Em entrevista, Taylor Swift desabafa sobre desistir da carreira, perda dos álbuns e expõe detalhes íntimos

Os fãs de Taylor Swift estão comemorando a grande volta da cantora. Após cerca de 3 anos sem conceber entrevistas, a norte-americana está pronta para voltar a falar com a mídia e revelar grandes momentos íntimos.

Em uma conversa recentemente a Rolling Stone norte-americana, Taylor desabafou sobre momentos difíceis da carreira, seus altos e baixos, sua grande e polêmica briga com Kanye West e um assunto importante, a mídia colocando mulheres contra às outras.

Discutindo sobre clickbaits - notícias que comparam divas pop e as colocam umas contra as outras -, Swift fez questão de exaltar grandes amigas da indústria musical. “Você sabe o quê? Katy vai ser lendária. Gaga será lendária. Beyoncé será lendária. Rihanna vai ser lendária. O trabalho que eles fizeram ofusca a miopia desse ciclo de notícias de 24 horas da clickbait. E de alguma forma eu percebi isso em turnê, enquanto olhava o rosto das pessoas. Nós somos apenas divertindo as pessoas, e isso deve ser divertido”, exaltou.

Ainda falando um pouco sobre Katy Perry, a cantora comentou como foi a conversa de reconciliação entre as duas“Estávamos conversando sobre nossos signos porque tivemos uma conversa muito, muito longa quando estávamos nos reconectando. Lembro que na longa conversa ela disse ‘se tivéssemos com um copo de vinho branco estaríamos chorando’ porque estávamos bebendo chá. Tivemos boas conversas. Falamos sobre como tivemos problemas de comunicação com pessoas no passado, especificamente entre eu e ela. E ela ‘eu sou de escorpião. Os escorpianos atacam quando se sentem ameaçados’. E eu pensava ‘bem, eu sou uma arqueira. Nós literalmente recuamos, avaliamos a situação, processamos, levantamos o arco, puxamos para trás e disparamos. Então são maneiras completamente diferentes de processar dor, confusão, equívoco. E muitas vezes tive esse atraso em perceber que algo me machucava e a dizer que me magoava", contou. 

Durante a conversa, ela aproveitou para relembrar da grande polêmica envolvendo Kanye. Em 2009, o rapper subiu em cima do palco e simplesmente tirou o prêmio de Taylor, alegando que Beyoncé deveria ser a grande vencedora. "Sabe o que quero dizer? Se você assistir ao VMA de 2009 eu literalmente congelo. Eu estou parada lá. E é assim que eu lido com qualquer desconforto, fico lá, congelada. Mas cinco minutos depois eu sei como me sinto”, desabafou.

“O mundo não entendeu o contexto dos eventos porque nada acontece sem uma orientação anterior. Alguns eventos aconteceram para me irritar quando ele me chamou de vadia. Esse não foi apenas um evento singular. Basicamente fiquei cansada da dinâmica entre ele e eu. Isso não foi baseado no que aconteceu naquela ligação e com essa música. Foi uma reação em cadeia. Começou quando eu senti que havíamos nos reconectado, o que foi ótimo para mim – porque tudo o que eu sempre quis em toda a minha carreira depois do que aconteceu em 2009 foi que ele me respeitasse", continou.

De forma irritada, Swift fez questão de revelar que o marido de Kim Kardashian é duas-caras e que ele é o tipo de pessoa que irá te oferecer confiança e depois vai usar isso para te destruir. "Eu percebi que ele é duas-caras. Que quando ele quer ser legal comigo atrás das câmeras, ele é, mas quando ele quer parecer descolado, vai na frente de todo mundo e fala merda. Quando ouvi ‘Famous’, fiquei tipo, ‘Eu cansei disso. Se você quer ficar em maus termos, vamos ficar em maus termos, mas seja sincero.  E então ele literalmente fez a mesma coisa com Drake. Ele afetou gravemente a trajetória da família de Drake e suas vidas. É a mesma coisa. Ele se aproxima de você, ganha sua confiança, detona você. Eu realmente não quero mais falar sobre isso porque eu fico eufórica e não quero falar de coisas negativas o dia todo”, contou.

Falando sobre desistir da carreira e da remessa de ódio que havia recebido por conta da polêmica com West e até mesmo o seu término com o DJ Calvin Harris, Taylor pensou abrir mão da carreira e não entendia o motivo de tanto ódio. "Eu definitivamente pensei muito sobre isso. Eu pensei sobre o quanto as palabras são minha única maneira de entender o mundo e me expressar e aí qualquer palabra que eu dissesse ou escrevesse se virava contra mim. As pessoas adoram um frenesi de ódio. São como piranhas. As pessoas se divertiam tanto me odiando e nem precisavam de muitas razões para isso. Eu senti que a situação era totalmente incorrigível.", finalizou.

Depois de cinco turnês mundiais, Taylor Swift acertou sua vinda para o Brasil  em 2020. Esse é o primeiro grande show da artista em solo brasileiro! Em data única na Ámerica Latina, até o momento, a cantora se apresentará no Allianz Park, em São Paulo, no dia 18 de julho. 

por CARAS Digital
Atualizado quarta 18 setembro, 2019 (329242)

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Padrasto de Hariany detona atitudes do ex-genro, Paulo Henrique A Fazenda: Padrasto de Hariany dispara contra ex-genro
  2. 2 Gêmeas de Fabiana Justus explodem fofurômetro nas redes
  3. 3 A Fazenda: Após relações sem proteção, web brinca com casal
  4. 4 Isabella Santoni posa de biquíni de oncinha e exibe corpão
  5. 5 Luciano Huck fala sobre separação de Thiaguinho e Fernanda
  6. 6 Atriz da Netflix lança duras críticas para os Kardashian
  7. 7 Mara Maravilha exibe corpão em macacão colado de academia
  8. 8 Juju Salimeni esbanja corpão sarado e esquenta a web
  9. 9 Jonathan Azevedo dá banho no filho pela primeira vez
  10. 10 Anitta aposta em hit de sucesso de Ariana Grande em show