Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Luto

Sertanejo Bruno rompe o silêncio sobre a morte do pai: 'Meu herói'

Bruno, da dupla com Marrone, emociona ao fazer homenagem para o pai, que faleceu aos 88 anos

CARAS Digital Publicado em 11/05/2022, às 08h25

Bruno, da dupla com Marrone - Foto: Reprodução / Instagram
Bruno, da dupla com Marrone - Foto: Reprodução / Instagram

O cantor sertanejo Bruno (51), da dupla com Marrone (56), falou pela primeira vez sobre a morte do pai, Deusdedites Felix de Miranda, por meio de um post nas redes sociais. Na noite de terça-feira, 10, o artista relembrou um vídeo ao lado do pai, que estava acamado desde que sofreu um AVC há cerca de 10 anos.

Na legenda, Bruno lamentou a morte do pai e falou sobre a despedida. "Imagine que você está à beira-mar e vê um navio partindo. Você fica olhando, enquanto ele vai se afastando, cada vez mais longe, até que finalmente aparece apenas um ponto no horizonte. Lá o mar e o céu se encontram. E você diz: ''Pronto, ele se foi''. "Foi aonde?''. Foi a um lugar que a sua visão não alcança, só isso. Ele continua tão grande, tão bonito e tão imponente como era quando estava perto de você. A dimensão diminuída está em você, não nele. E naquele momento em que você está dizendo: "Ele se foi”, há outros olhos vendo-o aproximar-se e outras vozes exclamando com alegria: “Ele está chegando”. Que o senhor receba em seu braços! Meu Herói. Deusdedites Felix de Miranda…", disse ele. 

O pai do cantor Bruno faleceu aos 88 anos de idade na casa onde vivia em Goiânia. A causa da morte foi senilidade e hipertensão arterial.

Bruno relembra vídeo com o pai: