Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Bastidores

Saiba o que os integrantes do Angra fazem antes do show

Antes de gravar o novo DVD em Curitiba, o guitarrista Marcelo Barbosa, do Angra, revela curiosidade sobre os bastidores do show da banda

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 12/08/2023, às 14h55 - Atualizado em 14/08/2023, às 18h25

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Angra - Foto: Divulgação
Angra - Foto: Divulgação

Na noite deste sábado, 12, o Angra grava o seu DVD acústico na Ópera de Arame, em Curitiba, com a casa lotada de fãs. Antes de subir ao palco neste evento especial, o guitarrista Marcelo Barbosa conversou com a CARAS Digital e contou curiosidades sobre os bastidores da apresentação.

Ele contou o que os integrantes do grupo costumam fazer nos bastidores de um show. “O Angra é o contrassenso do que seria uma banda de rock pesado. A gente é bem nerd. Então, antes do show, todo mundo fica no camarim com seus instrumentos, aquecendo e tocando as passagens mais difíceis do show. Eu e o Fabio também gostamos de tomar um vinho para relaxar. E o Rafael está sempre fazendo o alongamento”, disse ele.

Além disso, ele garantiu que os fãs podem aguardar um show especial, já que o DVD acústico trará interpretações únicas das músicas clássicas da banda e a participação de uma orquestra e artistas convidados. “As músicas têm uma roupagem mais leve. A gente tem que adaptar um pouco o jeito de tocar por ter uma orquestra envolvida, o que deixa tudo um pouco mais complexo. Está sendo muito gratificante e, com certeza, as pessoas vão adorar”, contou ele.

Anteriormente, o guitarrista Rafael Bittencourt contou sobre a expectativa para a gravação do DVD acústico. "Esse show é um sonho realizado. Desde a época do André Matos, fazíamos acústicos em lojas de discos e até shows acústicos. Sempre quis gravar algo, que não precisa ser exclusivamente com instrumentos acústicos, mas versões suaves e elegantes das músicas do Angra. Nossa ideia é mostrar as músicas em sua essência, despidas dos estereótipos do heavy metal, bumbos rápidos, solos de guitarra e agudos incríveis. Gostaria de provar para as pessoas que, mesmo sem esses elementos, que são marcantes em nosso estilo, as músicas permanecem boas, ricas com suas harmonias, melodias e letras", contou por meio da assessoria de imprensa.