Música Justiça!

Rihanna faz crítica a Donald Trump após sequência de tiroteios nos Estados Unidos

segunda 5 agosto, 2019
Rihanna durante sua passagem pelo Coachella em 2018
Rihanna durante sua passagem pelo Coachella em 2018 Foto/Destaque Instagram


Após os massacres, Rihanna e várias celebridades lamentaram os massacres nos EUA

Estamos vivendo dias difíceis e sombrios, em menos de 24h depois de um ataque a uma escola em El Paso, no Texas, que deixou 20 pessoas mortas e um número alto de feridos, um novo tiroteio, desta vez na cidade de Dayton, em Ohio, tirou a vida de outras 9 pessoas. 

Após os massacres, várias personalidades e celebridades lamentaram o ocorrido e uma delas foi Rihanna. Após ter lido os comentários feito por Donald Trump, atual presidente dos Estados Unidos da Ámerica no Twitter, classificando os ataques como simplesmente tiroteios, a cantora decidiu acusá-lo de ter sido eufemista com a situação e declarou que o massacre foi um terrorismo.

Demostrando empatia e solidariedade às vítimas dos atentados, Rihanna criticou as posturas do presidente quanto a imigrantes e ao chamado “gun control”, política de armamento em vigor no país. 

“Mmmm… Donald, você soletrou “terrorismo” errado. Seu país sofreu 2 ataques terroristas consecutivos em poucas horas, deixando quase 30 pessoas inocentes mortas. Isso aconteceu poucos dias depois de outro araque terrorista na Califórnia, onde um terrorista pôde comprar uma arma LEGALMENTE em Las Vegas e então dirigir horas para um festival de comida em Cali, deixando mais 6 pessoas mortas, incluindo uma criança.", desabafou a cantora.

"Imagine um mundo onde seja mais fácil ter uma arma do que um visto. Imagine um mundo em que construam um muro para manter os terroristas na América? Minhas orações e mais sinceras condolências para os familiares de todas as vítimas no Texas, Califórnia e Ohio. Sinto muito pela sua perda, ninguém deve morrer dessa forma. Ninguém”, finalizou.

Recentemente, Madonna trouxe cenas reais de protestos por maiores restrições à venda de armas de fogo, e termina com uma frase da escritora e ativista Angela Davis: "Eu não vou mais aceitar as coisas que não posso mudar. Eu vou mudar as coisas que não posso aceitar".

O clipe também pode ser lido como uma referência a um tiroteio em massa específico: o da boate Pulse, em Orlando (EUA). Em 12 de junho de 2016, um jovem invadiu a boate LGBTQ+ armado e matou 49 pessoas, ferindo outras 53.

por CARAS Digital!
Atualizado segunda 5 agosto, 2019 (325346)

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão estão prontos para uma nova aventura no trailer de 'Turma da Mônica: Lições' Primeiro trailer da sequência da Turma da Mônica é lançado
  2. 2 ''A sua beleza é única'' por Dra. Danielle Gondim
  3. 3 Sorocaba anuncia gravidez da noiva, Biah Rodrigues
  4. 4 Hariany decepciona Lucas com resposta sobre relacionamento
  5. 5 Bruno Gagliasso é internado para operar a tireoide
  6. 6 Carolina Dieckmann inicia dia com o pé direito nas redes
  7. 7 Grazi Massafera exibe boa forma ao lutar boxe na academia
  8. 8 Juliana Paiva muda o visual e surge com fios loiros
  9. 9 Eliana parabeniza Sílvio Santos com registro antigo
  10. 10 Flavia Alessandra e Otaviano Costa curtem cinema com a filha