musica Exclusiva!

Paula Mattos homenageia compositores com projeto 'Gênios': ''Agradecer pelo que tenho''

O compositor César Augusto é o primeiro homenageado de Paula Mattos no novo projeto

Tabatha Maia Publicado quinta 18 março, 2021

O compositor César Augusto é o primeiro homenageado de Paula Mattos no novo projeto
Paula Matto lança Gênios e homenageia os compositores - Reprodução

2021 chegou com grandes novidades para Paula Mattos!

No último dia 12 de março, a artista lançou o projeto Gênios, que presta uma homenagem aos compositores. A ideia deste lindo trabalho surgiu no dia em que o pai de Zezé Di Camargo e Luciano, Seu Francisco, faleceu.

"Eu fiquei muito triste no dia do falecimento do Seu Francisco, porque é um cara que marcou a história da nossa música sertaneja, ajudando a construir a maior dupla do país até hoje, que é Zezé di Camargo e Luciano. Eu me identifico muito com a história deles [...] o Zezé achando que nunca iria fazer sucesso com as músicas dele, esse pai incentivando, batalhando e tudo mais", contou ela em entrevista exclusiva para a CARAS Digital.

No bate-papo, Paula também revelou uma conversa que teve com a sua empresária no dia da morte de Seu Francisco: "Estávamos falando da importância do pai na carreira dos filhos, no fato de Zezé ter sido desacreditado por tantas vezes como cantor, por ser compositor de sucesso, por suas músicas estourarem na voz de outros artistas e não na dele [...] simplesmente olhamos uma para outra e falamos: 'é isso' ".

A artista ainda aproveitou para falar sobre a sua família e o motivo de se identificar tanto com a história de Zezé: "A minha relação com a família em questão à música sempre foi muito tranquila, porém ninguém acreditava que eu ia chegar, que eu ia conquistar, as pessoas não iam no meu show, achavam que não era trabalho [...] então, a única pessoa que me apoiou  lá, desde o começo, foi o meu pai. Ele tinha uma moto e me levava para cima e para baixo, a gente viajava e ele falava assim: 'filha não desiste, você tem talento'. Por isso eu me identifico com a história de Zezé Di Camargo e Luciano", contou. 

Decidida em prestar essa homenagem, ela escolheu o primeiro compositor, César Augusto: "As músicas do César sempre fizeram parte da minha vida e da minha infância, sempre gosto de ouvir até hoje. Eu lembro de um momento muito marcante que eu tava em casa, churrasquinho em família, tinham dois tios meus, um tocando sanfona e outro violão, e eu fiquei encantada", disse, revelando que naquele momento o sonho de ser cantora surgiu. 

Após receber a benção de César, Paula teve uma missão difícil: criar o repertório. De 50 canções, ela selecionou apenas 21: "Não foi fácil escolher esse repertório, são só músicas incríveis, só sucesso e o que me ajudou muito foi pegar as músicas que mais marcaram minha infância e minha vida mesmo", adiantou ela, contando o que pretende alcançar com o projeto. "Meu maior intuito é homenagear aquele que muitas vezes não é lembrado, o compositor. Eu espero que esse projeto traga muita alegria para galera que está ouvindo", completou.

Paula garantiu que já está preparando o próximo repertório, mas ainda não pode dar maiores detalhes: "Já estou preparando o próximo, mas ainda não posso falar nomes. Mas o nosso cronograma, por enquanto, é lançar esse primeiro e assim que acabar, já lançar o outro". 

PANDEMIA

Na conversa, a cantora  falou sobre o ano atípico que foi 2020 e revelou os seus maiores aprendizados: "A maior lição, o maior aprendizado, que eu tive de todo esse momento pandêmico foi a ser mais grata. Agradecer pelo que tenho, a cuidar mais da minha parte financeira, a ser mais controlada em outras coisas, a valorizar as pessoas que estão ao meu lado. Esse projeto Gênio me trouxe muita alegria também, foi o que me ajudou nesse momento de pandemia, a produzir, eu gosto sempre de estar trabalhando", encerrou. 

Último acesso: 15 May 2021 - 11:04:57 (382123).

Leia também

TV CARAS