Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ivete Sangalo é elogiada em reportagem do New York Times. Confira!

Em reportagem do caderno de entretenimento do jornal New York Times, dos EUA, Ivete Sangalo foi apresentada como a cantora mais popular do Brasil e comparada à Tina Turner e Janis Joplin

CARAS Online Publicado em 17/08/2013, às 13h15 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Ivete Sangalo no New York Times - Foto-montagem/ Instagram
Ivete Sangalo no New York Times - Foto-montagem/ Instagram

Ivete Sangalo estampou o caderno de entretenimento do jornal New York Times de ontem, 16. "Se Ivete Sangalo fosse um cantor americano, em vez de ser a vocalista feminina mais popular no Brasil, ela poderia ser descrita como um belter (cantora de voz marcante). No palco, ela é ousada, atrevida e barulhenta, e faz parte de uma linhagem que inclui Tina Turner, Janis JoplinBette Midler", diz a reportagem do jornalista Larry RohterFeliz, a cantora publicou no Instagram as páginas do jornal.

+ ‘Ivete Sangalo é a incontestável rainha do axé’, diz a Billboard americana

Assim como a reportagem da revista americana Billboard, que a chamou de "Rainha do Axé", o New York Times destacou a mistura de genêros na música da brasileira. "A senhora Sangalo é o principal expoente de um estilo alegre e muitas vezes estridente conhecido como axé music, que combina uma variedade de influências brasileiras e estrangeiras em uma mistura de altos decibéis, que lembra o que é ouvido no Carnaval. Samba e reggae são as fontes mais óbvias, mas rock, soul e música caribenha, como como salsa e merengue, assim como ritmos regionais locais, também entram no mix", ressalta.

Ontem, 16, Ivete se apresentou no estado de Indiana, nos Estados Unidos e ainda vai cantar em Newark e Miami. Sobre as apresentações no exterior, o jornal questionou a possibilidade de Ivete fazer álbuns em inglês. "Não está claro, nem mesmo para ela, se ela quer seguir os passos de alguém como Shakira, a cantora colombiana que alterna entre projetos em inglês e espanhol. Isso exigiria o compromisso de se ausentar de sua terra natal, que vive um boom econômico - pesquisas mostram que atualmente 50 milhões de pessoas se enquadram como classe média - que coincide com o início de sua carreira solo e que é a fonte de seu sucesso", diz. E Ivete responde: "É uma carta na manga deixar meu país e vir aqui por um ano para me dedicar a isso e aproveitar o que está aqui, o que é realmente bom e maravilhoso".