Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Hellen Caroline assume lado sexy em novo álbum: "Estou mais madura"

Com música na trilha da novela 'A Regra do Jogo', a cantora celebra o lançamento de seu segundo álbum, 'Meu Jeito de Ser'. "Estou aqui representando as meninas da nova geração do pagode"

CARAS Digital Publicado em 25/11/2015, às 18h01 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Hellen Caroline - Duh Marinho / Divulgação
Hellen Caroline - Duh Marinho / Divulgação

No segundo álbum de sua carreira Hellen Caroline pode comemorar um feito e tanto: a cantora emplacou a segunda música em uma novela das nove - Livre, Leve e Solta, na trilha de A Regra do Jogo (a primeira foi Príncipe Encantado, em Império). E é assim - mais leve e solta - que ela se descreve em seu novo trabalho, chamado Meu Jeito de Ser. "Eu tinha vergonha de mostrar um lado mais sexy", confessa.

Se antes os palcos e os holofotes a deixavam tímida, hoje em dia ela procura mostrar um lado mais ousado diante do público. Para isto, contou com uma forcinha do ídolo Péricles. "Um dia ele falou 'quando você entrar no palco, independente de ser show meu ou de qualquer outro artista, o palco é seu, entra com poder, dominando a parada'. Depois desse dia é desse jeito que eu entro mesmo", contou.

Em bate-papo com CARAS Digital ela fala sobre o novo álbum, lembra de quando participou do programa Ídolos (da Record) e fala dos planos. "Quero superar a timidez na hora de atuar".

Veja o bate-papo!

- O que mudou do CD de estreia para cá?
Estou muito mais madura. Ousei mais na hora de escolher o repertório, tem assuntos mais diversos -  não só o amor feliz ou sofrendo, mas de todas as formas. A diferença foi na hora que entrei no estúdio para cantar, senti que já tinha evoluído um pouco mais. A gente evolui a vida inteira, mas me senti mais confortável para gravar. No outro CD a gente não fez swing e nesse tem quatro, mas nada exagerado, é bem sutil. Por exemplo, 'Minha Metade' é um swing e sou apaixonada por essa música, parece que fui eu que escrevi de tanto que eu amo.

- E 'Livre, Leve e Solta' está na trilha de 'A Regra do Jogo', sua segunda música em uma novela das nove. Já acostumou?
Acho que nunca vou acostumar. Meu empresário me ligou e contou que a música entraria na novela, mas eu não podia contar para ninguém. Antes disso eu tinha falado para alguns amigos que no meu novo CD teria uma música na novela, acreditei de verdade, botei para o mundo. Acho que se a gente pensar positivo as coisas realmente acontecem. Acredito nesse negócio de energia, mas tem que ser do bem. É o resultado de um trabalho feito com muita dignidade e decência. Sempre prezo muito por isso, estou aqui representando as meninas da nova geração do pagode.

- E como foi quando ouviu pela primeira vez na novela?
Eu estava vendo a novela com a minha mãe e minha irmã e de repente começou a tocar a minha música. Meus amigos queriam me matar porque não contei para ninguém.

- Ainda sente nervosismo ao subir no palco?
Sempre bate um friozinho, tem que ter senão perde a graça. Tenho uma responsabilidade grande porque abro o show de pessoas famosas. No começo eu ficava insegura, até que um dia o Péricles falou "quando você entrar no palco, independente de ser show meu ou de qualquer outro artista, o palco é seu, entra com poder, dominando a parada". Depois desse dia é desse jeito que eu entro mesmo. As pessoas querem sentir segurança no artista. Estou muito mais segura e o público vem aumentando, graças a Deus.

- Algumas músicas do CD são composições suas. São histórias reais?
Algumas, sim. Por exemplo 'Filhinho de Papai', eu estava em um show, estava de TPM, cheguei em casa e me inspirei. Tinha umas amigas minhas no show e estavam com um desses aí. Peguei a história de outra pessoa e inventei um pouco em cima. Mas componho músicas da minha vida, é ate perigoso. 'Vou Te Deixar Sem Ar' é um lado que eu não tinha mostrado ainda. 'Meu Jeito de Ser' é mais ousada. Eu tinha vergonha de mostrar um lado mais sexy. Mas o CD define bem o meu jeito de ser: sou muito romântica, mas sou mulher... me apaixono ou não quero mais, já fui chifrada e conto isso também.

- Você está namorando?
A gente sempre está com o coração apaixonado, mas como sou muito reservada e não gosto de falar muito disso (risos).

- O que mudou da Hellen participante do Ídolos para a Hellen de hoje?
Antes eu era extremamente tímida. Hoje tenho 28 anos, não sou mais tão tímida quanto antes, me sinto preparada para muitas coisas que antes não me sentia. Na verdade, o que eu acho legal é que mesmo tímida eu tinha coragem de entrar em um reality. Agora sou mais madura mesmo. E acho que eu me visto melhor também (risos).

- E como você define o seu estilo?
Sou discreta, gosto de shortinho curto, mas de mostrar o corpo mesmo eu tenho um certo receio. Tomo cuidado para não vulgarizar.

- Com o lançamento do CD, quais são os próximos passos agora?
Vamos fazer clipe e estamos querendo trabalhar bastante com redes sociais, internet. Quero superar a timidez na hora de atuar porque quero muito ser atriz no meu clipe, quando eu for fazer o da música 'Minha Metade'.