Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Vem aí!

'Fênix do Amor', nova música de Gretchen, celebra liberdade, mudança e determinação

Lançando 'Fênix do Amor', Gretchen conta detalhes sobre o hit e fala de suas expectativas

Isabela Thurmann Publicado em 13/07/2022, às 13h33

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gretchen conversa com a CARAS Digital sobre nova música - Reprodução/ Instagram
Gretchen conversa com a CARAS Digital sobre nova música - Reprodução/ Instagram

Na próxima sexta-feira, 15, Gretchen (63) vai lançar a música Fênix do Amor! Com uma letra encorajadora, mostrando que a liberdade de vida e de expressão é igual para todos os indivíduos, a canção traz várias referências à vida pessoal da cantora.

Em conversa com a CARAS Digital, ela revelou detalhes sobre a composição do novo hit e sobre seu clipe, que foi gravado em Belém do Pará.

Gabriel Miranda (22), um de seus 7 filhos, foi quem escreveu a letra. “Ele me trouxe a música pronta. Foi uma surpresa muito boa porque eu acho que essa letra retrata o momento de agora, de todos nós, que temos que renascer todos os dias para sobreviver neste mundo de agora tão violento”, começou a artista.

“Retrata também o que ele passou comigo, como ele me vê como mulher e ele mostra exatamente o que ele pensa a meu respeito. Então, não foi nada programado. Ele disse: ‘fiz um novo sucesso pra você, eu disse: ‘para com isso’. Ele: ‘mãe, estou falando sério. Olha, ouve aí’”, relembrou Gretchen. “E, realmente, a hora que eu ouvi, eu falei: ‘é uma coisa mesmo que tem que ser”.

Sempre muito envolvida em causas sociais, ela pretende transmitir uma mensagem com o novo hit. “Eu acho que a letra retrata o nosso momento. Porque não importa quanto a gente ganha, não importa o que a gente faz, a gente tem que se sentir completa. Então, acho que aí, é pra todo mundo, pra todas as pessoas, pra esse momento que a gente está vivendo. Porque tudo que a gente quer hoje é, independente de qualquer coisa, se sentir feliz”, refletiu.

A empresária também deu detalhes sobre o videoclipe de Fênix do Amor, que foi filmado na cidade em que ela está morando com o marido, Esdras de Souza (49). “A ideia de fazer aqui em Belém foi exatamente em homenagem ao que está acontecendo em relação aos garimpos, às queimadas e aos desmatamentos. Foi proposital ter sido lá, foi proposital ter sido no comércio, na rua. Porque todas as pessoas, não importa negro, gordo, magro, homossexual ou não, não importa, todos nós somos iguais”, afirmou.

“O objetivo desse clipe é mostrar exatamente isso. O meu marido com a roupa da bandeira LGBTQIAP+, mostrando que o homem tem que tomar partido, como hétero e a fantasia de fênix mostrando que todos nós temos que ressurgir das cinzas todos os dias”, explicou em seguida.

É claro que a carioca deu mais detalhes sobre seu look, a tal da fantasia de fênix que promete valorizar seu corpão. “Fui eu que escolhi, eu que pedi pro meu estilista do Pará fazer”, revelou. Gretchen também afirmou que não se incomoda por ser julgada por mostrar demais. “Pelo contrário, me enaltece! Quanto mais eu puder mostrar o meu corpo, com essa idade, eu acho que é importante pra todas as mulheres e pros homens também. Não tem que ter preconceito com a idade mais velha. A mulher mais velha é bonita sim, é bem cuidada sim e é bonita de qualquer jeito”, pontuou. “Bloqueio e excluo”, respondeu na lata ao ser questionada como lida com as críticas.

“Liberdade, mudança e determinação”, foram as três palavras que Gretchen usou para descrever o lançamento de Fênix do Amor.

Aos 63 anos, Gretchen expõe seus segredos beleza

Durante a conversa, a cantora também aproveitou para contar o que faz para se manter tão bem. “Em primeiro lugar, a saúde interna. Reposição hormonal, suplemento vitamínico, tratamento regrado, dormir oito horas por noite é sagrado pra mim, no escuro. Não bebo, não fumo. Faço ginástica, faço musculação todos os dias, 300 abdominais diários. Então, assim, é se cuidar mesmo. E, principalmente, a saúde mental”, revelou.