Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Romantismo

Em São Paulo, Ed Sheeran faz show esquentar com músicas românticas na reta final

O artista britânico cantou na sequência os hits 'Thinking Out Loud', 'Photograph' e 'Perfect' nos minutos finais

Thiago Azanha e Marina Luna Publicado em 14/02/2019, às 09h24 - Atualizado às 15h13

Ed Sheeran faz show em São Paulo - Manuela Scarpa/BrazilNews
Ed Sheeran faz show em São Paulo - Manuela Scarpa/BrazilNews

São Paulo, 13 de fevereiro de 2019. Temperatura na casa de 18°. Frio, para um verão marcado por temperaturas extremamente altas na capital paulista.

No estádio do São Paulo, o time precisava ganhar por 3 x 0 diante do Talleres, da Argentina, para avançar na Copa Libertadores da América. Com o passar do tempo, a expectativa por um resultado positivo ia esfriando conforme a falta de gols. Noventa minutos e nada. Placar de 0 x 0 e desclassificação no Morumbi.

Já no estádio do Palmeiras, Ed Sheeran demorou para empolgar a plateia de 41 mil pessoas, mas conseguiu desempatar nos minutos finais com uma sequência de músicas românticas que embalou os casais apaixonados na véspera do Valentine's Day e as adolescentes fãs do cantor britânico.

A trinca Thinking Out Loud, Photograph Perfect -- que soma bilhões de visualizações nas plataformas digitais -- foi cantada na sequência fazendo a alegria da plateia. Sing fechou o show antes do bis. No retorno ao palco, já vestindo a camisa amarela da Seleção Brasileira, Ed fez uma performance animada de Shape of You e You Need Me, I Don't Need You.

Entre canções menos conhecidas dos álbuns '÷', 'x' e '+', o britânico acordou o público com Castle on the Hill -- que abriu a apresentação pontualmente às 21h --, Happier e Galway Girl. No restante do setlist, o predomínio de canções do mais recente álbum, lançado em 2017, não animou o público mais interessado em ouvir ao vivo os hits que fazem sucesso no Spotify e no YouTube.

Durante a apresentação, o ruivo ainda comentou sobre a porcentagem de pessoas que interagem durante o show: 98%. E se desculpou, com bom humor, pelos namorados que estavam lá só para acompanhar as parceiras e os pais que levaram os filhos para ver seu ídolo de perto -- compondo o time dos 2%. Ed ainda relembrou que, no passado, seu pai também o acompanhava a contragosto nas apresentações musicais na Inglaterra somente para fazê-lo feliz.

Com quase 1h40 de show, os últimos 20 minutos fizeram valer a pena a longa espera para, enfim, sair do Allianz Parque satisfeito com o resultado da apresentação.

A turnê pelo Brasil, que é uma realização Move Concerts e faz parte da plataforma Live Music Rocks, ainda passará por São Paulo novamente nesta quinta-feira, 14, já com ingressos esgotados, e em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, no próximo domingo, 17, ainda com ingressos disponíveis somente para a pista premium.