Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Música / MAIS UMA

Diana Ross sai em defesa de Michael Jackson sobre acusações: ''Parem com isso, em nome do amor''

A cantora saiu em defesa de Michael após polêmica do documentário 'Deixando Neverland'

CARAS Digital Publicado em 25/03/2019, às 08h57 - Atualizado às 10h04

Diana Ross e Michael Jackson - Instagram/Reprodução
Diana Ross e Michael Jackson - Instagram/Reprodução

Lançado no começo deste ano, o documentário Deixando Neverland, que conta sobre a vida sexual polêmica do astro pop Michael Jackson, está dando o que falar!

Ao mesmo tempo que surgem novas acusações de abuso infantil envolvendo Michael, as colegas do artista também estão saindo em defesa. dele. Depois de Barbra Streisand chocar ao afirmar que as relações eram "necessidade sexuais" e que possivelmente vinham dos traumas de infância, a estrela da música Diana Ross também se manifestou sobre o assunto.

Em seu Twitter, Diana soltou o verbo: "Isso é o que estava no meu coração hoje de manhã... Eu acredito e confio que Michael Jackson era uma magnífica força de incentivo para mim e para muitos outros. Parem com isso, em nome do amor".

Os seguidores da cantora de jazz não gostaram do seu posicionamento e dispararam: "Em outras palavras, 'ele não me machucou, então eu não ligo para o que ele fez com mais ninguém'. Grosseiro!", escreveu um seguidor. Já outro internauta levou o lado da morena em conta, mas alfinetou: "Pode ser verdade que ele foi uma força magnífica e incrível para você, mas também foi um agressor para outras pessoas. Essas coisas não são mutuamente exclusivas", concluiu.

O documentário produzido pelo cineasta Dan Reed mostra a história de dois garotos (na época),  que viveram uma relação íntima com o cantor. Agora crescidos e com uma família, Robson e Safechuck falam abertamente sobre o acordo de silêncio feito alguns anos depois dos abusos e também a luta na Justiça para processar a família Jackson.

Confira abaixo:

Twitter/Reprodução