Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Música / Desabafo!

Demi Lovato fala sobre overdose em nova entrevista e reflete: ''Precisei morrer para acorda''

Demi Lovato faz confissão surpreendente sobre overdose quase fatal em 2018

CARAS Digital Publicado em 19/03/2021, às 15h04 - Atualizado às 15h06

Demi Lovato em cena do documentário 'Dancing With the Devil' - Foto/Reprodução
Demi Lovato em cena do documentário 'Dancing With the Devil' - Foto/Reprodução

Demi Lovato está falando abertamente sobre a overdose quase fatal que sofreu em 2018.

Em trecho de uma nova entrevista para a CBS, a cantora afirmou que ela foi encontrada quando tinha apenas de "5 a 10 minutos de vida" e que teria morrido se não tivesse sido socorrida naquele momento.

Na época, a cantora chegou a usar muitos tipos de drogas, misturando metanfetamina, MDMA, cocaína, maconha, álcool e oxicodona. "Eu precisei morrer para acordar", disse Demi para a repórter Tracy Smith.

Na conversa, a artistsa ainda complementou que, depois que tomou um susto com as drogas em 2016 e procurou tratamento para abandoná-las, ela ficou "sóbria, mas miserável".

A overdose que a estrela norte-americana sofreu resultou em três derrames, uma parada cardíaca, falência de órgãos, pneumonia por ter asfixiado em seu vômito e uma perda de visão temporária.

Se preparando para o maior álbum de sua carreira, a Demi Lovato está há um passo de contar a sua verdade para o mundo através da sua música e do seu novo documentário, Dancing With the Devil.