Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Daniela Mercury e Gal Costa atraem multidão e personalidades na Virada Cultural

Após assumir relacionamento homoafetivo, Daniela critica deputado Marco Feliciano em seu show

Redação Publicado em 19/05/2013, às 10h11 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

A cantora Daniela Mercury durante show na Virada Cultural, em São Paulo - Reprodução/Instagram
A cantora Daniela Mercury durante show na Virada Cultural, em São Paulo - Reprodução/Instagram

No palco Júlio Prestes, ao lado da Sala São Paulo, no centro da cidade, as cantoras baianas Daniela Mercury e Gal Costa abriram a rodada de shows da Virada Cultural 2013, evento com cerca de 900 atrações em 24 horas e promovido pela Secretaria Cultura da capital paulista.

Primeira a se apresentar, Daniela, que recentemente assumiu o relacionamento com a jornalista Malu Verçosa, voltou a criticar o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara. "Ontem foi o dia da luta contra a homofobia. Todos os cidadãos são iguais perante a lei. Aquele deputado devia sofrer impeachment pelo que vem fazendo.”

Às 21h, foi a vez de Gal subir ao palco. Emocionada, ela lembrou o início da carreira. “Obrigada. Ótimo voltar onde tudo começou”, declarou ovacionada pelo público. Com apresentação diversificada, a cantora empolgou também a plateia da área vip. O prefeito Fernando Haddad, acompanhado da primeira dama Ana Estela Haddad, curtiu a apresentação. “Assisti ao show da Daniela e da Gal. A Bahia já deu sua contribuição à Virada, começou bem.” Em tom de brincadeira, o prefeito revelou que é a mulher quem comanda o roteiro. “Vou ver quais são as coordenadas da Estela.”

Além de Haddad, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) também esteve presente.  Suplicy, que teve seus bens furtados, foi ao microfone pedir que devolvessem suas coisas. Perguntado sobre a participação dos filhos --os roqueiros Supla e João Suplicy, da Brothers of Brazil-- ele afirmou que “se o povo dissesse que quer o som deles e o prefeito convidar, acharei ótimo”. 

Daniela Mercury e Malu Verçosa comemoram decisão do CNJ em apoio ao casamento gay