CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Música / LUTO

Carlos Lyra, cantor e compositor clássico da bossa nova, morre aos 90 anos

Compositor da música 'Coisa Mais Linda', Carlos Lyra, morre aos 90 anos no Rio de Janeiro; o artista estava internado desde a última quinta-feira, 14

Carlos Lyra - Foto: Reprodução / Instagram
Carlos Lyra - Foto: Reprodução / Instagram

O cantor e compositor histórico da bossa nova Carlos Lyra morreu aos 90 anos no Rio de Janeiro na madrugada deste sábado, 16. A informação foi confirmado através de um comunicado feito por sua família nas redes sociais.

O artista havia sido internado em um hospital na Barra da Tijuca na última quinta-feira, 14, com febres altas. Após a realização de alguns exames, foi detectada uma bactéria em seu corpo. No entanto, a causa da morte não foi confirmada.

Em nota, sua família lamentou a perda de Carlos. "É com imensa tristeza que comunicamos a passagem do compositor Carlos Lyra, nessa madrugada, de forma inesperada. A todos, agradecemos o carinho", escreveram.

Carlos Lyra foi autor de sucessos como 'Coisa Mais Linda', 'Minha Namorada', 'Primavera', 'Sabe você' e 'Você e Eu'. Seu talento foi revelado em disco em 1956, na voz de Sylvia Telles que gravou a canção 'Menino'. Pouco tempo depois, em 1959, ele lançou seu primeiro álbum, intitulado 'Bossa nova', ritmo do qual ele se dedicaria pelo resto de sua vida.

Ao longo de sua carreira, ele teve diversas colaborações musicais com artistas consagrados. Entre eles estão: Nara Leão, João Gilberto, Astrud Gilberto, Elis Regina, Brigitte Bardot. O destaque vai para Vinícius de Morais, com quem trabalhou em suas faixas mais famosas, incluindo 'Coisa Mais Linda'.

O cantor deixa sua esposa, Magda Pereira Botafogo, e sua única filha, Kay Lyra, fruto de seu antigo relacionamento com a atriz norte-americana Kate Lyra. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro.

Causa da morte de Matthew Perry é revelada

Na última sexta-feira, 15, a causa da morte do ator Matthew Perry, o eterno Chandler Bing de Friends, foi divulgada. Segundo o site TMZ, o artista, encontrado sem vida aos 54 anos em sua casa de Los Angeles, faleceu devido aos "efeitos agudos da cetamina".

O medicamento trata-se de um anestésico geral utilizado em procedimentos cirúrgicos, utilizado, em doses mínimas, no tratamento da depressão e usado por algumas pessoas como uma droga recreativa. O relatório toxicológico concluiu que Perry havia tomado terapia de infusão de cetamina para depressão e ansiedade uma semana e meia antes de sua morte.

Segundo o médico legista, a cetamina causou superestimulação cardiovascular e depressão respiratória. Os fatores que contribuíram para a morte do ator de Friends incluem ainda afogamento, doença arterial coronariana e efeitos da buprenorfina, que é usada no tratamento contra opioides - Matthew falava abertamente sobre sua luta contra o vício em drogas.