Banda Black Eyed Peas endossa coro internacional e pede: ''Ele Não''

Cada vez mais artistas gringos aderiram ao movimento contra candidato a presidente

CARAS Digital Publicado terça 25 setembro, 2018

Cada vez mais artistas gringos aderiram ao movimento contra candidato a presidente
Black Eyed Peas - Getty

Nos últimos dias a internet foi tomada por uma tag e por uma mensagem: "Ele, Não". O movimento da oposição à posse de um dos candidatos a presidente criou a hashtag de modo a contestar sua candidatura e possível eleição para presidente. 

Não demorou muito, diversos artistas abraçaram a causa e postaram em suas redes sociais uma ilustração que ficou famosa e ostenta o a mensagem. A torrente foi enorme. 

Tão grande que chegou à gringa. Na última sexta-feira, 21, a cantora Dua Lipa usou seu Twitter para compartilhar uma mensagem com uma fala do candidato. "E você achava o Trump ruim. '[O candidato brasileiro] disse que ele preferiria um filho morto a um gay. E, na frente de câmeras de TV, ele disse a uma congressista que não a estupraria porque ela não merecia. Brasil flerta com um retorno aos dias sombrios", dizia o tweet.

E a diva foi categórica: "Ele, não!!!!!",

Logo após, veio Dan Reynolds do Imagine Dragons. "Esse não é o Brasil que conheço e amo", lamentou-se. E até fez uma blusa com a hashtag. 

Ellen Page, atriz de Juno, também reclamou. "Eu entrevistei [o candidato] para o Gaycation Brasil. Ele é perigoso, homofóbico, racista e misógino", relembrou. 

E nesta terça-feira, 25, a banda Black Eyed Peas aderiu ao movimento crescente. Em seu twitter, publicou uma mensagem de apoio em português. "Brasil, estamos com você nessa luta. Muito amor, diversidade e respeito. Ele, não!"

No Brasil, artistas que se posicionaram de modo parecido foram rechaçados. Sasha contou com o apoio do namorado, e Marília Mendonça teve que apagar o vídeo em que dizia "Ele, Não" após sofrer ameaças à sua família. 

Último acesso: 30 Nov 2021 - 13:41:47 (307265).

Leia também

TV CARAS