Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Música / Emocionante!

Avicii é homenageado em clipe de “Heaven”, com imagens do DJ em momentos felizes e íntimos

Amigo de longa data de Avicii, resolveu montar um videoclipe para a faixa “Heaven”, com imagens raras do DJ

CARAS Digital Publicado em 25/06/2019, às 18h41 - Atualizado às 18h46

Avicii é homenageado em clipe de “Heaven”, sua parceria com Chris Martin - Foto/Reprodução
Avicii é homenageado em clipe de “Heaven”, sua parceria com Chris Martin - Foto/Reprodução

O disco póstumo de Avicii, "Tim", que faleceu aos 28 anos em abril de 2018, foi lançado no início deste mês. Com ele, o single "Heaven", em parceria com o vocalista da banda Coldplay, Chris Martin, ganhou um clipe em homenagem ao DJ. Dirigido pelo diretor e amigo do sueco, Levan Tsikurishvili, o vídeo traz imagens de uma das viagens deles para Madagascar, em 2016. 

Seu amigo de longa data e diretor, Levan Tsikurishvili, resolveu montar um videoclipe para a faixa “Heaven”. Na descrição do clipe, o diretor explicou que retornou ao local para reviver as memórias da viagem com o DJ.

“Em 2016, logo após seu último show, Tim, seu amigo de infância, Awat, e eu passamos 19 belos dias em Madagascar, em Saint Marie. Nós falamos sobre tudo, rimos, jogamos Monopoly, brincamos com lêmures e exploramos a ilha inteira juntos. Agora, dois anos e meio depois, voltei para a ilha para lembrar de Tim, para honrar seu legado e recriar as memórias que ficarão conosco para sempre“, informou Tsikurishvili.

Segundo Levan, as imagens são de seu smartphone; algumas partes do material não utilizado do documentário “Avicii: True Stories” e filmagens recentes. Em “Heaven”, Avicii dizia achar ter morrido e ido parar no céu. 

O DJ e também produtor, foi encontrado sem vida em Mascate, Omã, em 20 de abril do ano passado. A hipótese de suicídio foi confirmada dias depois pelos familiares. Em março, a família de Avicii anunciou a criação de uma fundação com o nome de nascimento dele, Tim Berling, que ‘inicialmente se concentrará no apoio a pessoas e organizações que trabalham no campo das doenças mentais e prevenção do suicídio‘.

Seu último álbum, “TIM”, faz parte dessa luta e terá todos os seus lucros revertidos para a fundação. “Tim queria fazer a diferença. Essa é a nossa maneira de honrar sua memória e continuar a atuar em seu espírito“, declarou sua família.