Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Música / Relacionamento

Ariana Grande rebate comentários maldosos sobre término com Mac Miller

A cantora foi alvo de críticas após acidente de rapper

CARAS Digital Publicado em 23/05/2018, às 17h40 - Atualizado às 17h45

Ariana Grande fala de término com Mac Miller - Reprodução/Instagram
Ariana Grande fala de término com Mac Miller - Reprodução/Instagram

O término do relacionamento de dois anos de Ariana Grande e Mac Miller foi divulgado no começo desse mês e o motivo aparente foi a incompatibilidade de agenda de trabalho. Quando foi falar sobre o assunto, a cantora postou um Stories no Instagram dizendo coisas bonitas sobre o ex: “Um amor incondicional não é egoísta. É querer o melhor para a pessoa, mesmo que no momento não seja você.”

Porém, após boatos de que a cantora estaria namorando o comediante do programa Saturday Night Live, Pete Davidson, alguns fãs de Mac não reagiram bem e mandaram mensagens maldosas à Ariana via Twitter. “Mac Miller batendo seu carro e indo preso alcoolizado depois de Ariana Grande ter trocado ele por outro cara, depois dele ter derramado seu coração em um álbum de dez músicas para ela, chamado The Divine Feminine, é apenas a coisa mais comovente em Hollywood", escreveu o internauta sobre o acidente de carro no qual ele se envolveu recentemente.

A cantora respondeu com um tom diferente do que quando comentou sobre o término da primeira vez. "O quão absurdo é você minimizar o auto-respeito e a autoestima feminina, dizendo que alguém deve permanecer em um relacionamento tóxico porque ele escreveu um álbum sobre eles, o que não é o caso (apenas ‘Cinderella' é sobre mim). Eu não sou uma babá ou uma mãe e nenhuma mulher deve se sentir assim. Eu cuidei dele, tentei apoiar sua sobriedade e rezei por seu equilíbrio por anos (e sempre rezarei,  claro), mas envergonhar/culpar as mulheres pela incapacidade de um homem de manter seu relacionamento é um problema muito maior", esclareceu Ariana.