Música On and On

Após polêmica no Brasil, Roger Waters alfineta Trump e quer tocar 'The Wall' na fronteira EUA/México

Roger Waters
Roger Waters Francisco Cepeda / AgNews


Cantor acusa Trump de causar "o máximo de animosidade entre raças e religiões"

Roger Waters provou que não tem medo de bater de frente com ninguém!

Após polêmica causada em seus shows no Brasil por exibir mensagem contra Jair Bolsonaro, chamando-o de fascista, o músico resolveu criticar as políticas de Donald Trump

Mais Notícias

Em entrevista ao AFP, o guitarrista revelou que tem vontade de performar The Wall, álbum do Pink Floyd, ao vivo da fronteira dos EUA com o México. O presidente Trump já revelou diversas vezes a vontade que tem de construir um muro entre os dois países para evitar imigração. Portanto The Wall, que pode ser traduzido como O Muro ou A Parede, seria o protesto ideal contra a atitude do governante.

"É muito relevante agora com o Sr. Trump e toda sua conversa de construir muros e criar o máximo de animosidade entre raças e religiões. O álbum é sobre como a construção de muros pode ser prejudicial em um nível pessoal, mas também em um sentido maior", explicou o artista.

"Mas antes [que o protesto] aconteça, precisa acontecer um despertar das pessoas contra as políticas de extrema direita. Os esgotos estão cheios de homens gananciosos e poderosos", alfinetou ainda. 

BRASIL

O cantor esteve em solo brasileiro em outubro de 2018, e causou furor em seu show. 

O guitarrista do Pink Floyd, banda conhecida pela resistência contra o autoritarismo, fez uma lista de governos neofascistas ao redor do mundo e passou no telão do concerto. Entre os nomes dos governantes, estava o do agora presidente Bolsonaro. Em seguida, mensagens de resistência e #EleNão apareceram no telão. 

"Vocês têm uma eleição muito importante daqui a três semanas. Sei que isso não é da minha conta, mas devemos sempre combater o fascismo. Não dá para ser conduzido por alguém que acredita que uma ditadura militar pode ser uma coisa boa", disse à época. 

O artista sempre foi extremamente contra o fascismo, motivado pelo assassinato de seu pai na Segunda Guerra Mundial, cometido por um soldado nazista. 

 

por CARAS Digital
Atualizado sexta 11 janeiro, 2019 (311564) | 15/06/2019 16:22:02

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. As tote bags são espaçosas e vão te conquistar pela praticidade Bolsas que cabem tudo o que você precisa para o dia a dia
  2. Eles são macios e fofinhos, ótimos companheiros para o friozinho Os tricôs felpudos vão te aconchegar nesse inverno
  3. Versátil, ela vai bem tanto com jeans, como em produções mais arrumadas A jaqueta biker é um clássico. Encontre a sua!
  4. Dunelli reúne profissionais para brindar sucesso na mostra Time vip da arquitetura celebra CasaCor SP

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Ludmilla não deixou passar em branco e defendeu seu relacionamento com Brunna Gonçalves Ao lado da namorada, Ludmilla rebate seguidor preconceituoso
  2. 2 Filha de Deborah Secco surge de "caipirinha" e encanta
  3. 3 Gloria Maria surge sem maquiagem na Noruega e impressiona
  4. 4 Grazi Massafera exibe corpo sarado e deixa famosas babando
  5. 5 Ludmilla e namorada empinam o bumbum usando biquínis ousados
  6. 6 Após banho, Sabrina Sato e Zoe surgem de toalha na cabeça
  7. 7 Viviane Araújo posta selfie do rosto e é questionada
  8. 8 Modelo é apontado como novo affair de Luana Piovani
  9. 9 Pai defende Najila Trindade sobre polêmica com Neymar Jr.
  10. 10 Taylor Swift faz show surpresa em bar LGBTQ+