Música Patada

Anitta se revolta e posta textão respondendo site que questionou sua nova música, 'Medicina'

Anitta
Anitta Getty Images


Após site dizer que a música não estaria fazendo sucesso, Anitta respondeu

O site G1 postou uma crítica à música Medicina, de Anitta, neste domingo, 22. O jornalista apontou que a música, cantada em espanhol e lançada na sexta-feira, 20, não figurou na lista das 50 mais tocadas do Spotify em nenhum país falante da língua, apenas no Brasil e em Portugal. 

Em seguida, ainda comparou os dados desta música com outros lançamentos em espanhol da funkeira, como Downtown e Machika, e apontou que só houve sucesso nessas por conta da parceria com o famoso J Balvin. Ainda comparou o sucesso que a garota faz internacionalmente com seus números em solo brasileiro. 

Mais Notícias

Pouco tempo após a publicação, a artista respondeu ao site em seu Twitter, explicando como ocorreu o crescimento de todos os seus singles e falando que isso é muito comum no mundo da música. "Assim funciona um projeto de carreira. Sem pressa e desespero de meter os pés pelas mãos de frustrando com coisas naturais como curso normal de um gráfico de crescimento temporal", explicou. "Não há como comparar a rapidez de resultados de um mercado trabalhado por 7 anos incessantes com a de um mercado que começou a ser explorado há apenas 1 ano", esbravejou depois, falando sobre a comparação de mercados.

Veja o texto na íntegra:

"Explicando um pouco sobre carreira e gráficos de crescimento com exemplos práticos. Antes do meu país me conhecer com Show das Poderosas eu tive 5 singles trabalhados. Nestes, meu alcance era regional carioca em sua maioria (por ser meu local de origem), respingando um pouco nas suas adjacências. Com Show das Poderosas, houve um pico bem parecido com o de Downtown, citado na matéria. E logo depois uma pequena queda para os singles seguintes, muito comum depois de picos grande como esse (favor analisar qualquer gráfico de crescimento).

Depois de mais de um ano a música que conseguiu chegar próximo deste patamar foi Zen, mesmo assim nada comparado à rapidez meteórica dos resultados o primeiro grande hit. Depois, mais uma pequena queda nos singles seguintes após o pico de Zen e seguimos estáveis até BANG, feito alguns vários anos depois.

Isso tudo para explicar que... Assim funciona um projeto de carreira. Sem pressa e desespero de meter os pés pelas mãos de frustrando com coisas naturais como curso normal de um gráfico de crescimento temporal.

Depois de BANG ouve mais uma pequena queda e estabilidade até chegar Vai Malandra anos depois. Não há como comparar a rapidez de resultados de um mercado trabalhado por 7 anos incessantes com a de um mercado que começou a ser explorado há apenas 1 ano. Obrigada.

por CARAS Digital
Atualizado terça 24 julho, 2018 (304635) | 26/03/2019 13:57:22

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. Bate Bola na Cozinha com Monica Chaves e Brueth Carvalho
  2. Ju Ferraz e o amor pela gastronomia no Bate Bola na Cozinha
  3. O Aprendiz estreia na Band com disputa de influenciadores
  4. Claude revela seu toque especial no Bate Bola na Cozinha

Receba em Casa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Ator de Jesus revela atitude surpreendente antes de gravação
  2. 2 Jojo Maronttinni faz striptease pra Anitta e mostra demais
  3. 3 Biografia de Anitta traz à tona polêmica no Faustão
  4. 4 Preta Gil flagra o marido, Rodrigo Godoy, completamente nu
  5. 5 Geisy Arruda arrasa na sensualidade e exibe bumbum
  6. 6 Larissa Manoela compartilha clique poderoso e surpreende
  7. 7 Ex-BBB desabafa e cita doença que viveu por 10 anos
  8. 8 Patrícia Leitte revela que viveu affaire com estrela global
  9. 9 Faustão ganha homenagem do filho pelos 30 anos de 'Domingão'
  10. 10 Bruna Marquezine se emociona ao conversar com crianças