Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
LGBT / Viva o amor!

Vagner Carvalho fala publicamente, pela primeira vez, sobre ser LGBTQIA+: ''Esconder é doloroso''

Vagner Carvalho, o fotógrafo das estrelas, fala pela primeira vez sobre ser uma pessoa LGBTQIA+

CARAS Digital Publicado em 11/11/2021, às 10h31 - Atualizado às 10h34

Vagner Carvalho fala publicamente sobre ser LGBTQIA+ - Foto/Divulgação
Vagner Carvalho fala publicamente sobre ser LGBTQIA+ - Foto/Divulgação

Atualmente, a pauta LGBTQIA+ ampliou para que as pessoas se sintam representadas e ouvidas, desde séries, telenovelas e publicidades. 

E com o aumento de debates, influenciadores, celebridades e profissionais da área do entretenimento assumiram sua força e se sentiram confortável por serem quem realmente são, sem precisar esconder. Foi o caso do fotógrafo Vagner Carvalho, de 34 anos.

Ele, que é conhecido pelo trabalho com diversos famosos, como a cantora Anitta(28),Claudia Leitte(41) e Glória Groove (26), falou pela primeira vez publicamente sobre sua orientação sexual. Na conversa, ele afirmou que se sente aliviado e mais leve ao expor sua sexualidade.

“Hoje, aos 34 anos, me sinto mais confortável para me assumir homossexual em público”, declarou. “Entendo que, quando se trata deste assunto, cada um tem o seu tempo. O meu chegou agora”, complementou.

Nos últimos anos, a carreira de Vagner Carvalho decolou. Especialista na editoria de moda, produziu ensaios para muitas celebridades, como Sidney Magal (71), Caio Castro (32) e Netinho de Paula (51), o que lhe rendeu o apelido de “fotógrafo das estrelas”.

“O mundo dos artistas é mais receptivo aos homossexuais. Isso também me encorajou a declarar a minha verdadeira orientação sexual”, contou ele.

Ele também diz que o preconceito da sociedade contra a comunidade LGBTQIA+ e o medo da rejeição nos âmbitos familiar e profissional foram empecilhos que o fizeram camuflar a sexualidade.

“O mundo ainda é muito preconceituoso. Nunca se sabe qual vai ser a reação das pessoas quando você conta que é gay”, afirma ele. “Espero que, ao me assumir gay, também esteja ajudando outras pessoas a revelarem suas verdadeiras orientações sexuais. Esconder isso é muito doloroso”, ressaltou.