Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
LGBT / inspiração!

Tatá Werneck relembra cena de Paulo Gustavo e defende direitos LGBTs: ''Homofobia é crime''

Tatá Werneck exibe cena de Paulo Gustavo em 'Vai Que Cola' para celebrar a diversidade e pedir por respeito e empatia

CARAS Digital Publicado em 28/06/2021, às 18h38 - Atualizado às 18h39

Citando Paulo Gustavo, Tatá Werneck defende direitos LGBTs - Reprodução/Instagram
Citando Paulo Gustavo, Tatá Werneck defende direitos LGBTs - Reprodução/Instagram

Nesta segunda-feira, 28, Tatá Werneck (37) emocionou a web com uma declaração sobre o Dia do Orgulho LGBTQIA+.

A apresentadora relembrou uma cena de Paulo Gustavo (1978-2021) com Marcus Majella (42) no programa Vai Que Cola e pediu por uma sociedade mais igualitária.

A individualidade de cada um deve e será respeitada. E saiba que sua atitude de desrespeito é crime. Homofobia é crime”, escreveu ela.

Se você não gosta, não acha certo, sua religião não permite, não concorda, esse é o famoso problema seu. E ninguém vai deixar de ser o que é por uma opinião sua. Saudade do meu amigo, Paulo Gustavo”, completou a mãe de Clara Maria (1).

Por fim, a atriz declarou seu amor por Marcus Majella, Thales Bretas (42) e Déa Lúcia (73), mãe de Paulo Gustavo.