Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Thaís Pacholek comenta seus segredos de beleza

Musa de 'Balacobaco', Thaís Pacholek conta na Ilha de Caras como faz para se sentir naturalmente plena

Redação Publicado em 08/01/2013, às 17h22 - Atualizado em 24/03/2020, às 14h09

Adepta de rituais de beleza, a curitibana conta que é fã de produtos para o corpo, rosto e cabelo que provocam
um prazer sensorial. - Cadu Pilotto
Adepta de rituais de beleza, a curitibana conta que é fã de produtos para o corpo, rosto e cabelo que provocam um prazer sensorial. - Cadu Pilotto

Dona de beleza natural e porte altivo, além muito simpática, Thaís Pacholek (29) chama a atenção por onde passa, como demonstrou na Ilha de CARAS. No ar em Balacobaco, na Record, a atriz curitibana, que em 2013 fará sua estreia no cinema como a lendária Dona Beja, ‘a feiticeira de Araxá’, admite que cuidar da beleza faz parte de sua filosofia de vida. “Minha profissão exige, mas, sinceramente, acho gostoso me preocupar comigo. E a melhor forma de fazer isso é evitando excessos e investindo uma parcela de tempo em mim. A rotina de cuidados é simples: inclui protetor solar, cremes para o rosto, corpo e mãos e pilates para manter a forma”, conta ela, que tem 56kg em 1,70cm e controla o peso diariamente. “Procuro estar magra porque a TV engorda, mas gosto de me exercitar. Outra coisa que adoro é, após um dia de trabalho, tirar a maquiagem para deixar a pele respirar e passar um creme corporal bem cheiroso como este”, afirma, mostrando um dos produtos da linha Nativa SPA, ligada ao prazer sensorial, que deixa a mulher plena. Além de não descuidar da aparência, Thaís revela outros segredos: manter a rotina sem estresse e estar perto das pessoas queridas. “Se você está feliz, está linda.Trabalho para viver, e não o contrário. É assim que concilio dedicação ao ofício, a mim mesma, aos meus pais e a meu namorado”, diz, citando o cantor sertanejo Bruno Belutti (31), com quem namora há 1 ano e 8 meses.

– Você é vaidosa?

– É algo bem natural, uma preocupação saudável comigo. Toda mulher que se preza gosta de passar uns creminhos!

– Teme alguma crise por completar 30 anos?

– Não, sou calma e confiante. Tenho certeza que no momento certo vou me casar e ter filhos. Quero três! O namoro com Belutti é sério e caminhamos para isso. Já a vida de atriz é instável, mas até hoje tive sorte com os projetos.

– Como foi 2012?

– Foi marcado pela mudança de emissora, um momento difícil, amo o SBT e Silvio Santos é meu maior exemplo de ser humano e profissional. Mas era hora de alçar novo voo, não posso acomodar.

– E o que espera de 2013?

– Já fiz um media-metragem americano, mas Dona Beja será minha estreia para valer no cinema, e como protagonista. Estou empolgada e estudando muito.

– Dona Beja era polêmica, vingativa. Será difícil interpretá-la?

– Quanto mais diferente de você, melhor, assim posso mostrar o trabalho. E todo papel é difícil, não sou o tipo de atriz que lê o texto e pronto. Independentemente do personagem, preciso estudar.