Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Renata Dominguez muda a sorte na Ilha de CARAS

Renata Dominguez, a protagonista da série 'Rei Davi', perde a descrença e leva para casa o terceiro carro da temporada na Ilha de CARAS

Redação Publicado em 24/01/2012, às 20h34 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

A atriz ergue a chave do Novo Kia Picanto. - Caio Guimarães, Lipe Borges, Marcio Nunes e Martin Gurfein
A atriz ergue a chave do Novo Kia Picanto. - Caio Guimarães, Lipe Borges, Marcio Nunes e Martin Gurfein

Apesar da convicção de estar atravessando um momento iluminado e de vibrações positivas por viver Bate-Seba, protagonista da minissérie Rei Davi, da Record, Renata Dominguez (31) mostrava-se descrente com o sorteio do Novo Kia Picanto na Ilha de CARAS. Foi o terceiro dos cinco automóveis dados aos convidados na temporada 2012. “Nunca ganhei nada, nem grampo”, justificou. Mas ao ficar entre os cinco finalistas que tiveram seus nomes tirados da urna, ela começou a achar que a sorte poderia mudar. Bem-humorada, se juntou aos concorrentes nas brincadeiras, Camila Rodrigues (28), Roger Gobeth (38) e André Segatti (39), colegas na trama bíblica, além da diretora global Cininha de Paula (52). “Viva Rei Davi”, disse Roger, rindo. “Aquele Beijo para vocês”, respondeu Cininha, citando a novela das 7, da qual assina a direção-geral.

Após o brinde, cada um dos finalistas escolheu uma chave, apenas a vencedora acionaria o motor. Ao testar a sua, Renata custou a acreditar que ligara o veículo, um compacto completo. Além do novo design, ele possui itens de segurança, de conforto, motorização com tecnologia de ponta e é o único da categoria 1.0 Flex com câmbio automático. “Como tinha pouca expectativa, nem percebi. Fiquei sem reação. Ouvi as pessoas gritando para que eu acelerasse”, disse. Eufórica, a atriz contou ter tido uma forcinha da personagem. “Todas as roupas da Bate-Seba são puxadas para o verde e o vermelho, para que ela possa destoar da multidão, que usa figurino no tom terra. E, na hora de escolher a caixinha da chave, optei pela que tinha justamente as cores que uso na trama”, explicou, ao volante. “Tenho um carro grande. Mas esse parece ser bem mais prático. É tão bonitinho, como se fosse de boneca. Jamais imaginei que isso pudesse acontecer comigo”, celebrou.