Mary Sheila

Orgulho de sua história

Publicado segunda 21 março, 2011

Orgulho de sua história
Cria do grupo teatral Nós do Morro, da comunidade carioca do Vidigal, Sheila fala de suas conquistas na carreira, do casamento e da chegada da primeira filha, Ester, há um ano. - RENATO WROBEL

Primeira atriz formada no grupo Nós do Morro a despontar para a fama, em 1999, no longa Orfeu, Mary Sheila (30) se orgulha de ter virado referência para jovens da comunidade do Vidigal, no Rio. "O grupo me deu a oportunidade de sonhar, acreditar num futuro melhor. Sabendo fazer escolhas certas, você vai longe", ensina ela, que viveu êxitos como a Whitney de A Lua Me Disse, de 2005, e a Cidinha em Desejo Proibido, de 2007, além do longa franco-brasileiro Rio Sex Comedy, ainda inédito. "Só eu no set não falava inglês ou francês. Mas deu certo", festeja. Outra transformação veio com Ester (1), sua filha com o militar Aldemir da Fonseca (40), com quem está casada há quatro anos. - O que mudou em sua rotina com a chegada da maternidade? - Tudo. É uma loucura. Optei por passar um tempo só cuidando dela. É precioso, não dá para perder. Quis acompanhar os primeiros passos e palavras. Agora está na hora de voltar a trabalhar. - Como ela é? - Grandona, linda e brincalhona. Acho que puxou a mim. Não tem nada igual a chegar e casa e ver aquela criança desesperada vindo para os seus braços. (risos) - Qual o segredo para manter o sucesso do relacionamento? - O amor quebra qualquer barreira. Mas tem que ter também paciência. O interessante na relação é saber viver com as diferenças. Tem de respeitar a individualidade de cada um.

Cria do grupo teatral Nós do Morro, da comunidade carioca do Vidigal, Sheila fala de suas conquistas na carreira, do casamento e da chegada da primeira filha, Ester, há um ano. / foto: RENATO WROBEL
/ foto: RENATO WROBEL

Último acesso: 26 Oct 2021 - 17:17:40 (160332).

Leia também

TV CARAS