Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Marcos Pitombo entrou para o mundo artístico porque queria perder a timidez

Ator largou a odontologia para se dedicar as aulas de interpretação: 'Com o tempo, percebi que me identificava mais com os palcos do que com a vida de dentista'

CARAS Publicado em 16/04/2014, às 17h35 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Marcos Pitombo - Selmy Yassuda
Marcos Pitombo - Selmy Yassuda

Quando abandonou o curso de Odontologia para se dedicar à carreira artística, Marcos Pitombo (31) sabia que a decisão acarretaria mudanças em sua rotina. Não previa, no entanto, que tais transformações seriam pontuadas por conquistas, sucesso e, de quebra, coroadas com título de galã. “É muito bom receber o carinho do público, mas sei que sou uma fantasia na cabeça das pessoas. Afinal, trabalho com ficção. A fama nunca me fez perder meus valores morais, familiares e a minha essência”, declara ele, na Ilha de CARAS, no litoral fluminense.

A entrada do belo carioca de 1,84m no universo da interpretação foi por acaso. “Comecei a fazer aulas de teatro para ficar mais desinibido, pois era muito tímido. Na verdade, ainda sou. Com o tempo, percebi que me identificava mais com os palcos do que com a vida de dentista”, conta o ator, que após participar de Pecado Mortal, da Record, se prepara ser o vilão de Vitória, trama da mesma emissora com estreia para junho. Dono de predicados que encantam o público feminino — corpo escultural, sorriso fácil e olhar penetrante —, Pitombo está solteiro, mas garante que a palavra casamento faz parte de seus projetos. “Sou um cara bastante caseiro, prezo pela família e gosto de namorar. Casar na igreja e compartilhar uma vida a dois sempre foi um dos meus grandes sonhos”, confessa.