Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Jurema Reis conta que relutou contra a vontade de sua mãe ao decidir ser atriz

Dona de personalidade, Jurema Reis, que está no ar em 'Lado a Lado', afirma guiar seus passos pela razão

Redação Publicado em 22/01/2013, às 15h42 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Na Ilha de CARAS, em Angra dos Reis, Jurema celebra a carreira e fala de amor. - Maíra Vieira/Beleza: Maurício Nazário
Na Ilha de CARAS, em Angra dos Reis, Jurema celebra a carreira e fala de amor. - Maíra Vieira/Beleza: Maurício Nazário

Determinação e persistência são palavras que resumem com exatidão a trajetória de Jurema Reis (25). No elenco da global das 6 Lado a Lado — na pele de Gilda, uma jovem à frente de seu tempo — a atriz afirma ter personalidade forte, característica que a ajudou a trilhar sua carreira artística. “Comecei no teatro aos 13 anos e, desde então, sempre soube que era a profissão que queria seguir. Entretanto, minha mãe não apoiava a ideia, tanto que prestei vestibular para Publicidade, mas não cursei. Nesse momento, a minha personalidade falou mais alto e apostei na carreira”, atesta ela, na Ilha de CARAS, no litoral fluminense.

Namorada do ator Pedro Garcia Netto (35), sobrinho de Edson Celulari (54), Jurema conta com total apoio do amado — com quem se relaciona há pouco mais de um ano —, em sua empreitada. “Nos ajudamos em todos os sentidos. Afinal, temos os mesmos objetivos. Temos grande admiração um pelo outro e nossa diferença de idade nunca atrapalhou”, fala a bela jovem.

– Como é sua personalidade?

– Sou libriana e libriano é racional. Para tomar uma atitude, penso muito e, às vezes, isso me limita, pois, enquanto penso, as coisas acontecem! Minha personalidade é mesmo bem forte, não que eu imponha as minhas opiniões, mas tento convencer sempre.

– Fez isso com sua mãe?

– Ela foi bastante relutante, mas acabou aceitando e, hoje, tem enorme orgulho de mim. Derramei muitas lágrimas por conta desse embate, mas nossas escolhas cabem a nós mesmos. Acho que ela temia a dificuldade da profissão, mas a entendo, pois mãe só quer nosso bem.

– Como conheceu Pedro?

– Ele fazia Insensato Coração e eu, Morde & Assopra. Nos conhecemos nos corredores da emissora. Lembro que ele veio elogiar meu trabalho, mas só iniciamos a relação um tempo depois. Brinco que, na época, ele já veio com segundas intenções! (risos)

– E há ciúmes entre vocês?

– Não! Sabemos como é a profissão, mas, apesar de Pedro não ter um ciúme declarado, sinto que ele prefere não ver algumas cenas.

– Sonha ter uma família?

– Planejamos sim, mas ainda não chegou o momento. Sempre sonhei em ter uma família grande, mas hoje tenho consciência que colocar um filho no mundo é uma enorme responsabilidade. A educação nos dias de hoje é complicada. É preciso estar sempre presente e com nossa profissão seria difícil.

– O que espera de 2013?

– Expectativa gera decepção. Por isso, tento desempenhar bem o que faço no presente e deixar as consequências do trabalho bem feito chegarem. Espero que o ano renda bons frutos e que possa emendar trabalhos à novela.