Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Toalete

By Aparecida Barreto, inspirado no Timor Leste

Redação Publicado em 22/12/2010, às 21h09 - Atualizado em 07/06/2012, às 23h25

Com muitas máscaras, Aparecida explora o trabalho artesanal do Timor Leste. - CADU PILOTTO; PRODUÇÃO: CLAUDIO LOBATO E ANA LUIZA VEIGA
Com muitas máscaras, Aparecida explora o trabalho artesanal do Timor Leste. - CADU PILOTTO; PRODUÇÃO: CLAUDIO LOBATO E ANA LUIZA VEIGA
O dom dos timorenses para os trabalhos manuais despertou a atenção de Aparecida Barreto (46). A partir desse foco, ela iniciou o seu projeto para o toalete. "Os artesãos fazem coisas fantásticas lá. Eles lidam muito com a madeira, principalmente a escura, criam muitas máscaras e esculturas", contou ela. Em sua pesquisa, a arquiteta também descobriu que a nação é uma das mais jovens do mundo. Foi colônia portuguesa até 1975, quando se tornou independente. Só que dias depois sofreu invasão da Indonésia, o que durou 24 anos. "A gente sente que é um povo sofrido. Mas, por outro lado, eles gostam de cores, se vê isso nos tecidos, tapetes. Então, resolvi fazer um banheiro no tom terra, lembrando essa história do país, mas também misturando alguma cor", explicou. E isso pode ser notado na cadeira tajá amarela assinada pelo designer de móveis Sérgio Rodrigues (83). Próximo à entrada, uma plotagem enorme mostra algumas criações de artesãos do Timor Leste. A fim de oferecer um ambiente funcional, Aparecida utilizou uma pia de travertino romano bruto. "É para dar mesmo um toque de pedra, de uma coisa meio impetuosa. E a bancada é toda trabalhada, com a cuba do próprio mármore", contou. Para quem quiser somente retocar a maquiagem, bem na entrada tem a opção de utilizar o espelho de 1m20 x 90cm colocado em um aparador de madeira de demolição todo trabalhado. Dois bonecos representando os timorenses dão boas-vindas aos convidados.