Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Antonia Fontenelle fala sobre a possível volta com o jogador Emerson Sheik

Antonia Fontenelle nega ter voltado a namorar o jogador do Corinthians, mas o elogia: 'Amo Emerson. Se vamos ficar juntos? Só vai depender de Deus'. Veja entrevista

CARAS Publicado em 01/04/2014, às 16h10 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Antonia Fontenelle - Cadu Pilotto ;Beleza: Duh
Antonia Fontenelle - Cadu Pilotto ;Beleza: Duh

Ela não faz questão de agradar com seu jeito ousado, sem papas na língua e inquieto. É como um verdadeiro furacão que a atriz e agora também apresentadora Antonia Fontenelle (40) conquista sua felicidade. “Minha vida não é uma mentira, sou transparente”, desabafa, na Ilha de CARAS. Sem medo de críticas, ela conta que mais uma vez teve a necessidade se reinventar, o que já faz parte de sua história. Foi assim quando precisou abrir mão de atuar comMilton Gonçalves (80) na peça Lima Barreto ao Terceiro Dia. Na época, estava grávida de Samuel (17) e, para sustentá-lo, já que não contava com a ajuda do pai do menino, o ator Fernando Almeida (1974–2004), precisou virar produtora. Ano passado, renegou o rótulo de viúva de Marcos Paulo (1951–2012) e decidiu posar nua após ter as contas da empresa que mantinha com o diretor bloqueadas pelas filhas dele. Com isso, não pôde captar recursos para levar à frente o segundo filme que rodaria em parceria com Marcos, Sequestrados. Em 2011, eles haviam lançado o longa Assalto ao Banco Central, um sucesso de bilheteria.

O ano de 2014 começou com Antonia novamente sendo instigada a dar a volta por cima. Após se questionar sobre a falta de boas oportunidades na TV, com exceção da novela Balacobaco, na Record, viu que deveria continuar ousando. “Nunca me deram a chance de fazer um bom personagem. E sou movida a desafios”, justifica ela que estreou na terça-feira, 1º, como apresentadora do talk show online Na Lata. Em meio à nova empreitada, a atriz também comenta boatos sobre a vida pessoal. Após romper o namoro com o jogador Emerson Sheik (35), em fevereiro,  alegando não se sentir preparada emocionalmente para assumir a relação, eles teriam voltado a se encontrar. Apesar de negar o fato, a atriz elogia o atacante. “Amo Emerson. Se vamos ficar juntos? Só vai depender de Deus”, avalia.

– Como define esse atual momento na carreira?

– É desafiador.

– Mas você está ansiosa?

– Estou. Tudo o que faço levo a sério. Me cobro muito. Não me permito errar.

– Mas deixará de atuar?

– Nunca! Tenho projetos para a TV e o cinema ainda neste ano.

– E Sequestrados? Existe uma data para que comece a rodar?

– Infelizmente, não. Mas farei esse filme, tenho certeza disso. E sei que será um sucesso.

– Perdoa as filhas do Marcos por todos esses transtornos?

– Não tenho nem que perdoar. A minha linguagem é a da paz, do amor, da doação... Nunca quis ser um divisor para ninguém. Somei na vida do pai delas. Achei que também estivesse somando na delas. Não tenho dúvida, onde o Marcos estiver, sei que ele estará me ajudando. Eu que peço perdão por não ter me feito entender.

– E você ainda sente a presença dele?

– Bastante! Marcos continua sendo muito forte na minha vida. A nossa relação transcende qualquer plano.

– O fato de ter posado nua e arranjado um namorado pode ter prejudicado sua imagem?

– Ninguém sabe que ainda choro por ele, não imaginam como é o meu dia a dia. Seria lindo se não me julgassem. As pessoas andam muito frustradas, vivendo a vida do outro.

– Como vai seu filho, Samuel?

– Está morando no Canadá. Foi terminar o último ano do ensino médio e estudar música. É guerreiro e corajoso como a mãe.

– Ele tem ciúme de você?

– Tem cuidado comigo. Mas sempre me fala que deseja a minha felicidade. É o meu grande companheiro nos últimos 17 anos. Estamos sempre juntos para o que der e vier.

– Você teve preconceito por namorar um jogador?

– Tinha, sim. A profissão é marginalizada porque jogador de futebol tem fama de pegador. (risos) E não é bem preconceito, tinha cautela mesmo. Mas quando as coisas têm que acontecer... Sou intensa, não é verdade?

– Entende de futebol?

– Nada! (risos) Mas o que me faz ficar com alguém é admirá-lo.

– Como está a sua relação hoje com o Emerson Sheik?

– De pura sintonia e respeito.

Assista ao vídeo de Antonia Fontenelle na Ilha de CARAS: