Anderson Di Rizzi planeja ter o próprio lar em São Paulo antes de oficializar a união

Na Ilha de CARAS, casal faz planos para o futuro juntos: 'Casar e ter filhos, ter um casa em meio à natureza e nos divertir'

CARAS Publicado sexta 25 abril, 2014

Na Ilha de CARAS, casal faz planos para o futuro juntos: 'Casar e ter filhos, ter um casa em meio à natureza e nos divertir'
Anderson Di Rizzi - Cadu Pilotto

Ao contrário de muitos atores, que geralmente tiram um período de férias após um grande sucesso em novela, Anderson Di Rizzi (35) segue o caminho oposto. Com o término da trama global Amor à Vida, em janeiro, na qual interpretou o personagem Carlito, ele imediatamente planejou sua volta aos palcos e está em turnê por várias cidades do País com o espetáculo A História dos Amantes, dirigido pelo ator Marcelo Serrado (47). Em breve, ele também poderá ser visto nas telonas, já que no segundo semestre começa a filmar o longa Eu Te Levo, de Marcelo Müller (36). “Tenho vontade, mas não pretendo descansar agora. Sei o que é ficar sem trabalhar. Então, só vou tirar férias quando ninguém me chamar para fazer nada”, declara ele, sempre com um sorriso no rosto, ao lado da namorada, a professora Taise Machado Galante (29), na Ilha de CARAS, em Angra dos Reis, no litoral fluminense.

Com um contrato de quatro anos recém-assinado na Globo, o galã paulista, que não tem planos, ainda, de voltar à TV, tem dividido seu tempo entre o trabalho e a amada. Namorando à distância e junto há três anos, o casal diz que planeja comprar um apartamento em São Paulo, onde ela mora, enquanto Anderson continua no Rio. “Queremos ter a nossa base”, explica ele.

– O Carlito era um personagem cômico. Você, como ele, está sempre bemhumorado?

Anderson – Às vezes, tenho meus momentos, gosto de ficar sozinho, mas é difícil ficar de mau humor. Sou muito otimista, educado, dou ‘bom dia’ a todos.

– Gosta da fama?

Anderson – Sim, o mais legal na fama é o reconhecimento. Mas sei que amanhã tudo pode ser diferente. O Carlito fez muito sucesso com as crianças, mas eu não me deslumbrei. Tenho os mesmos amigos e a mesma namorada de antes de me tornar famoso. 

– Como lida com o assédio das mulheres em cima dele?

Taise – No começo foi um pouco estranho, sentia ciúmes. Depois me acostumei. Anderson me respeita muito. Como ele não está mais fazendo novela, é mais fácil de administrar.

– Vocês namoram à distância. Têm planos para morar juntos?

Anderson – Não temos previsão, sou uma pessoa que faz tudo de repente! Pensamos em comprar um imóvel em São Paulo depois da Copa do Mundo. Tem coisas minhas espalhadas na casa da minha mãe, outras na da Taise e tenho sentido a necessidade de ter o nosso canto.

Taise – Mesmo com a distância, quando você tem a sua casa, tudo é mais fácil. Tem momentos da vida dele que não posso participar e vice-versa, isso é chato. Mas ser ator é o trabalho e o sonho dele e eu apoio. Quando estamos juntos, nos damos muito bem.

– O que esperam do futuro?

Anderson – Saber que estamos juntos porque nos amamos, casar e ter filhos, ter um casa em meio à natureza e nos divertir, apesar da correria do dia a dia.

Taise – Aproveitar todos os momentos juntos e ter uma família!

– Com o mundo de hoje, fica inseguro em ter filhos?

Anderson – Sim. Há muita violência, drogas e os jovens iniciam a vida sexual muito cedo. Quando for pai, serei presente, carinhoso, atencioso e maduro o suficiente para falar sobre qualquer assunto, assim como meus pais, que me ensinaram a respeitar as pessoas, a importância de estar na escola, de ter uma profissão, de saber se portar e dar valor às coisas.

 

Último acesso: 05 Aug 2020 - 13:35:37 (247467).