Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Fim de Ano / Retrospectiva

Relembre os famosos internacionais que foram cancelados em 2020

De Dua Lipa a J.K. Rowling, recorde alguns casos polêmicos que aconteceram com as celebridades internacionais neste ano

Isabela Thurmann Publicado em 28/12/2020, às 08h35 - Atualizado às 09h00

Relembre os famosos internacionais cancelados em 2020 - Getty Images
Relembre os famosos internacionais cancelados em 2020 - Getty Images

2020 foi um ano complicado em diversos aspectos. E, parece que uma das coisas mais difíceis foi agradar à massa. 

Muitos artistas acabaram sendo ''cancelados'' nas redes sociais.

Pensando nisso, nós da CARAS Digital relembramos as maiores polêmicas do mundo internacional!

Confira:

J. K. Rowling 
A famosa escritora da saga Harry Potter foi o assunto mais comentado nas redes mais de uma vez por conta de seus comentários transfóbicos. “Se sexo não é real, não existe atração entre pessoas do mesmo sexo. Se sexo não é real, a realidade vivida por mulheres ao redor do mundo é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a habilidade de muitos discutirem suas vidas de forma significativa. Não é ódio dizer a verdade”, essa foi a primeira fala problemática da britânica, em junho deste ano. Mas, depois daí, cada vez que ela tentava se justificar, ela caia um pouco mais no conceito dos internautas.

Ezra Miller
O ator deu vida ao Flash, participou da franquia Animais Fantásticos e do filme As Vantagens de Ser Invisível. Ele tinha uma base de fãs e apoiadores muito sólida. Até que, em abril, apareceu em um vídeo agredindo uma mulher. O registro foi publicado pela Variety e viralizou muito rápido. Muitas pessoas ficaram decepcionadas com sua atitude.

Vanessa Hudgens
Bem no comecinho da pandemia do coronavírus, ainda em março, quando não tínhamos ideia das proporções que a doença iria tomar, a eterna estrela de High School Musical foi bem insensível e a internet não a perdoou. Durante um vídeo ao vivo no Instagram, a atriz disse que as mortes causadas pela Covid-19 são inevitáveis. Ela até tentou se desculpar, mas a web não acatou muito.

Demi Lovato
A cantora vira-e-mexe está entre os assuntos mais comentados da internet. E, na maioria das vezes, não por coisas boas. Em abril deste ano, ela foi cancelada por, supostamente, ter uma conta fake no Instagram. Até aí, tudo bem, né? Mas, essa tal conta fazia diversos ataques para outra diva do pop, Selena Gomez.

Cantor de K-Pop
Kim Jae-Joong
, do grupo JYJ, tentou fazer uma brincadeirinha de Primeiro de Abril que acabou não sendo vista com bons olhos. Através do Instagram, ele decidiu fazer uma pegadinha anunciando que estava infectado com o coronavírus. Nem os fãs, nem a imprensa perdoaram essa.

Rihanna
Nem Riri conseguiu se safar de ser cancelada neste caótico ano. No desfile de lingeries da sua marca, a cantora usou a música Doom, de Coucou Chloe, que faz uso de um texto sagrado muçulmano. Os fãs ficaram super decepcionados com o erro da musa.

The Weeknd
Em novembro, o cantor canadense ficou revoltado após não ter sido indicado ao Álbum do Ano no Grammy 2021. No Twitter, ele fez um desabafo falando que a academia era corrupta e foi apoiado por Drake e Nicki Minaj.

Justin Bieber
O ídolo pop também causou polêmica. Neste ano, vieram a tona duas alegações de abuso sexual contra o cantor. Ele, então, abriu uma ação civil de difamação de R$110 milhões de reais contra as mulheres.

Selena Gomez
Falando em Bieber, outra polêmica que rolou agora em dezembro envolve uma de suas ex-namoradas. A cantora parou de frequentar a igreja que ia quando namorava o loiro depois que o pastor do local foi acusado de trair sua esposa.

Ansel Elgort
O astro de A Culpa É das Estrelas também gerou revolta neste tenebroso ano. Em junho, o ator foi acusado de ter abusado sexualmente de uma fã. A menina publicou o relato em seu Twitter, contando detalhes da “relação” entre os dois.

Dua Lipa 
Neste ano, o pessoal do Twitter deu um apelido novo para a cantora: terror da OMS. Isso porque, em todas as oportunidades que tem, ela quebra os protocolos de prevenção previstos pelo Órgão Mundial de Saúde contra o coronavírus. Ela raramente é vista de máscara e a internet não perdeu a piada a cancelando.

É claro que esses foram só alguns dos casos e que a tal da ‘cultura do cancelamento’ é uma coisa supérflua. Até Tiago Leifert, durante a eliminação de Marcela McGowan do BBB20, falou sobre isso: “Todos nós, tô me incluindo nisso, fomos cancelados pela internet, pelo menos uma vez. Pronto, libertador isso, pode relaxar. Se vocês têm medo de cancelamento, medo de tomar uma porrada na internet, fiquem tranquilos: todos nós já apanhamos pelo menos uma vez”, admitiu o apresentador.