Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Fim de Ano / Natal

Em clima de Natal, Klara Castanho celebra a infância e diz ter medo de crescer

Klara Castanho confere a decoração natalina do Shopping Iguatemi, visita o Papai Noel, fala sobre seus sonhos de criança e diz ter medo de crescer em entrevista exclusiva à CARAS Online

Renan Botelho Publicado em 20/12/2011, às 08h07 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Em clima de Natal, Klara Castanho celebra a infância - Samuel Chaves / S4 Photo Press
Em clima de Natal, Klara Castanho celebra a infância - Samuel Chaves / S4 Photo Press

Ao lado do Papai Noel ou brincando com a decoração natalina da Estação Iguatemi, em São Paulo, a atriz Klara Castanho (11) realiza sua vontade de ser criança enquanto puder. Ela se encanta com as cores, os ursinhos de pelúcia, os bonecos e se diverte no trilho do trem, esbanjando energia e entusiasmo típicos de uma infância bem vivida, embora a atriz mirim ouça de muitas pessoas que já é uma mocinha.

“Me falam muito isso. Todo mundo diz que sou adulta, que sou mocinha, mas eu não sou”, desabafa Klara, em entrevista à CARAS Online. “Eu nunca vou deixar de ser o que eu sou, a criança que eu sou. A adolescência ainda está longe, dá para aproveitar mais um pouco”, diz.

Klara entende que não tem uma infância como a de seus colegas de classe. “Eu tenho alguns privilégios, que são poucos e raros, mas eu tenho”, comenta. Porém, a jovem afirma que faz de tudo para continuar sendo uma criança, mesmo conciliando com a vida de famosa.

“Eu não sei o quanto eu sou famosa. Eu sei que eu sou, mas não sei o quanto isso pode influenciar minha vida. Então, pra mim, eu sou famosa na Globo, na televisão, nos trabalhos, mas em casa sou uma criança normal que leva bronca quando faz coisa errada e quero continuar assim um pouquinho mais. Eu sou só uma criança e aquilo lá é um sonho para mim”, diz.

Com três novelas no currículo, Klara se acostumou a conviver com adultos e a trabalhar com eles. Logo cedo, ela entendeu o significado da palavra responsabilidade e hoje revela: “O que eu menos tenho atualmente é responsabilidade, tenho muito medo dessa palavra. Tenho muito medo de crescer, de perder tudo que eu conquistei. Quer dizer, não perder, mas que desgaste um pouco com a vida adulta.”

Entre as coisas que Klara tem medo de perder está o mimo que recebe dos pais, especialmente da mãe, Karla Castanho. “Ela sempre me consola, me ajuda, me apoia. É minha mãe, né? E toda mãe é babona, então não tenho do que reclamar”, comenta. A atriz também não quer deixar de brincar com seus primos e com seu irmão caçula, Lucas (7). “A gente brinca de vídeo game, pega-pega, esconde-esconde... Essas brincadeiras antigas que ainda não saíram do cotidiano”, conta.