Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Smoking de Messi vira polêmica, mas agrada especialistas

Look polêmico de Messi agradou o estilista José Gayegos e o stylist Fábio Paiva, que ensinam a ousar em produções formais. Aprenda a imprimir o seu estilo a ternos e smokings sem perder a elegância e fuja do lugar-comum!

Redação Publicado em 08/01/2013, às 17h59 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Segundo José Gayegos, para fugir do convencional, é preciso ter estilo - Foto-montagem
Segundo José Gayegos, para fugir do convencional, é preciso ter estilo - Foto-montagem

Hoje, o assunto do dia foi o jogador de futebol Lionel Messi. E por duas razões: porque ele foi premiado pela quarta vez consecutiva com a “Bola de Ouro” da FIFA e porque, no evento, estava usando um smoking de poá assinado pela grife italiana Dolce & Gabbana. O modelito preto com bolinhas brancas - ousado - causou quase tanta repercussão quanto a sequência inédita de prêmios que o jogador arrebatou. Goste ou não, uma coisa é certa: o argentino tem estilo! E agradou, ao menos a quem entende de moda para homens. “Eu gostei e achei inovador, ousado”, comenta Fábio Paiva, stylist à frente da seção de moda masculina do portal Agrund.

“Quem tinha problema em usar smoking e se achar parecido com um pinguim, não precisa mais se preocupar”, brinca Paiva. E o que não faltam são opções para quem deseja ousar. “Os paletós  coloridos - de terno e smoking - estão em alta e apareceram nas coleções de Jean Paul Gaultier e Canali”, diz. A única recomendação é que o terno ou smoking tenham um corte impecável.

Para fugir do convencional mais discretamente, vale apostar nos detalhes. “Uma gravata borboleta mais fina, um sapato diferente e outros acessórios podem modernizar o look”, sugere Paiva. Ou ainda fazer como o também jogador Cristiano Ronaldo, que mesmo apostando no traje clássico para o evento da FIFA, aderiu à tendência da modelagem ajustada ao corpo. “Nos anos 1980, a moda eram as ombreiras. Hoje, a tendência são os paletós - de terno e smoking - justos”, afirma José Gayegos, estilista e jornalista de moda.

Assim como existem “regras” para ousar e não errar, é bom estar atento para evitar escolhas deselegantes. “Não suporto smoking com camisa preta e gravata tradicional”, diz Gayegos, que revela já ter usado um paletó de estampa de onça e um smoking coberto por cristais Swarovski. Os adeptos desses itens podem inseri-los no look quando estiverem usando apenas o paletó do smoking, por exemplo. “Já usei o paletó - somente o paletó - até com camiseta e inclusive com camisa preta. Nesse caso, a dica é ter bom senso”, aconselha Gayegos.

Para Fábio Paiva, a linha que separa ousadia e elegância também é bastante tênue. “Se a aposta for nos acessórios, vale usar um sapato de spikes ou não usar meia. Agora, usar um sapatênis é crime!”, avalia.

Basicamente, é o dress code do evento e o seu bom senso que definem o look. Caso a ocasião permita, substitua o paletó por uma jaqueta de nylon ou um colete de matelassê. Se preferir, use apenas o paletó do smoking. Mas lembre-se do conselho de José Gayegos: “Você tem que ser uma pessoa estilosa”.

Por Juliana Cazarine