Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Priscilla Andrade: calçados sustentáveis

A designer de calçados Priscilla Andrade tem a preservação ambiental e o investimento social como pilares de sua marca

Redação Publicado em 13/08/2009, às 17h55 - Atualizado às 18h42

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Priscilla Andrade - Divulgação
Priscilla Andrade - Divulgação
Para a designer de calçados Priscilla Andrade, as atitudes sustentáveis vão além da separação de lixo e economia de água. Ela herdou do pai, Domingos Augusto de Andrade, a paixão pela produção de sapatos e a vontade de trabalhar em prol do bem-estar humano em harmonia com o meio ambiente. Em 1976, Sr. Domingos, como é mais conhecido, fundou o grupo SandFlex, na cidade de Franca, interior de São Paulo. Instalada inicialmente na garagem da casa de sua mãe e com apenas um funcionário, a pequena fábrica produzia cerca de 30 pares de calçados por dia. Domingos queria mais do que calçados confortáveis. Sua ideia fazer com que sua produção conseguisse atingir as pessoas de diversas formas. O conceito de sustentabilidade ambiental e social acompanhou a vida de Priscilla e se estendeu para a sua marca, que tem como preceito aliar moda, qualidade, conforto e meio ambiente. "Pensamos em um produto que tenha o mínimo de desperdício e impacto ambiental possível", contou a designer ao Portal CARAS. Feitos de couro sem a utilização do cromo em seu tratamento, os calçados da marca possuem solados 100% recicláveis. "Reutilizamos todas as sobras da produção para fazer enfeites", contou Priscilla. "Não tratamos o couro com cromo. Para conseguir as tonalidades que queremos, recorremos às sementes, às árvores, à natureza", completou. Mas todo esse trabalho, afirma Priscilla, não seria possível se não tivesse mãos que se dedicam ao artesanato. A empresária mantém um trabalho conjunto com a Fundação Ecoestilo, e utiliza a mão-de-obra de mulheres vítimas da violência na confecção de seus calçados. "Queremos que essas mulheres conquistem a dignidade e liberdade por meio do trabalho", disse a designer, que conta com uma equipe de mais de 100 artesãs para fazer com que o bem-estar humano esteja sempre em harmonia com a natureza.