Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Prada abre megaloja em Taiwan

Chegada da grife de Miuccia Prada à ilha chinesa é mais um reflexo do crescimento do mercado de luxo asiático

Juliana Cazarine Publicado em 06/08/2012, às 12h29 - Atualizado em 21/02/2013, às 18h47

Megaloja da Prada em Taiwan - Divulgação
Megaloja da Prada em Taiwan - Divulgação


Taiwan agora é um lugar mais fashion. Assim como Milão e Paris, principais capitais da moda no planeta, a ilha - considerada uma província chinesa - conta com a presença de uma loja Prada. O espaço, que acaba de ser inaugurado, está localizado no shopping Tianmei Plaza Mall e segue o padrão das demais unidades da grife pelo mundo: paredes verdes e chão xadrez de mármore. E não é só a beleza que impressiona. A loja tem cerca de 750 m2 e está equipada com uma vitrine que mede espetaculares 55 metros. A fachada é uma homenagem à obra do artista franco-venezuelano Carlos Cruz-Diez, líder do movimento de arte cinética (Op Art).

Países asiáticos têm um lugar de destaque no planejamento estratégico da marca italiana, especialmente a China, onde a Prada pretende inaugurar cerca de 50 novas lojas nos próximos anos. O crescimento do mercado de luxo em países de economias emergentes, como China e Brasil, é uma realidade inconstestável. Segundo relatório da Boston Consulting Group, até 2015, a China pode se tornar o primeiro cliente de itens de luxo no mundo. Hoje, o país detém 17% do mercado mundial. Também neste ano, a Louis Vuitton abriu uma loja em Xangai e se juntou ao grupo que reúne Cartier, Yves Saint Laurent, Dior, Hermès e Gucci.

Por Juliana Cazarine