Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Moda plus size: veja os truques para valorizar o visual como Adele e Amber Riley

Juliana Cazarine Publicado em 13/08/2013, às 12h32 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Queen Latifah, Adele e Amber Riley provam que não é preciso ser magra para ser linda! - Foto-montagem
Queen Latifah, Adele e Amber Riley provam que não é preciso ser magra para ser linda! - Foto-montagem
Não é preciso ser magra para ser linda. A atriz Amber Riley, da série Glee, que brilhou no Teen Choice Awards usando um vestido roxo, e a cantora Adele são provas disso. Conheça tecidos e modelagens que alongam a silhueta e saiba como valorizar o seu tipo físico

Dizem que apostar no “pretinho básico” é garantia de arrasar no look. A cantora Adele é um bom exemplo de que a dica é realmente válida. Sempre que pisa em um red carpet a cantora usa um vestido preto que a deixa sofisticada e elegante. O preto é a preferência de mulheres que estão acima do peso porque “emagrece” visualmente. Mas não precisa - e não deve - ser a única opção no guarda-roupa. No Teen Choice Awards, por exemplo, Amber Riley usou um vestido curto e roxo. O “jogo” de esconde-revela é o segredo do sucesso do look plus size.

+ Em Amor à Vida, Fabiana Karla mostra como a mulher plus size deve se vestir

+ Biquíni plus size: veja dicas para escolher um modelo que valorize a silhueta

“Ser plus size não significa ter barriga. A mulher pode ter quadris largos, seios fartos ou a barriga volumosa”, afirma Chris Francini, consultora de imagem à frente do blog “Look do Dia”. Com a roupa certa, a mulher pode evidenciar o que tem de melhor e minimizar o volume de outras regiões. “A roupa deve ser do tamanho do corpo, nem larga demais, nem justa demais", diz. "O vestido que a Adele usou na premiação do Globo de Ouro, por exemplo, chamou toda a atenção para o colo porque escolheu um modelo discreto, preto e com decote rendado”, avalia a consultora.

Deixar o colo à mostra é uma boa alternativa para valorizar o corpo da mulher gordinha, por isso os decotes “V” e canoa são os mais indicados. Assim, o ombro fica em evidência e é mais fácil compor visualmente uma silhueta em formato de ampulheta. “A cintura precisa ser marcada, mas não necessariamente com um cinto. A própria modelagem da peça pode fazer isso. E se usar um cinto, o ideal é que seja escuro ou da cor da roupa”, aconselha Chris.  

E se a modelagem da peça ajuda a criar um look harmonioso, os tecidos também podem. E o melhor: alguns emagrecem! “Tecidos brilhosos refletem a luz e dão mais volume ao corpo, inclusive de mulheres magras. Já os tecidos opacos, e principalmente os mais pesados e fluidos, diminuem o volume do corpo”, alerta a consultora de imagem. Evite usar também texturas e bordados nas regiões mais fartas.

+ Looks que emagrecem e são tendência: veja dicas do stylist Arlindo Grund, do “Esquadrão da Moda”

A principal recomendação para a mulher plus size - que é válida para todas as outras - é que ela componha um look com o qual se sinta bem. Se gosta de cores claras (na teoria, elas “engordam”), use mesmo assim! Mas da maneira correta. “A dica é compor um mix de cores. A escura para contornar e disfarçar o contorno do corpo, com um blazer preto, por exemplo, e a clara para chamar atenção para o centro do corpo, com uma camisa branca”, sugere Chris. Estando de bem com o corpo e com a auto-estima elevada não há quem não fique com uma beleza radiante.

+ Biquíni plus size: veja dicas para escolher um modelo que valorize a silhueta