Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Moda: Que discretinha que nada!: Balmain

CARAS Publicado em 24/07/2013, às 22h21 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Formas amplas, tecidos metalizados e acessórios imponentes são as bases para o novo visual noite. - Marcio Madeira/Zeppelin Photo
Formas amplas, tecidos metalizados e acessórios imponentes são as bases para o novo visual noite. - Marcio Madeira/Zeppelin Photo

Como em uma homenagem a nomes como Paul Poiret e Christian Lacroix — verdadeiros mestres da moda francesa —, o jovem Olivier Rousteing propõe um resgate do glamour e do exagero sem censura. Com uma silhueta que brinca com os extremos de ombros e quadris amplos, ele traz o que podemos chamar de movimento “x”. E não é que essa arquitetura de formas funciona mesmo para criar um corpão violão! Começa grande, passa por uma cinturinha bem fina e termina no volume de saias drapeadas ou calças tipo saruel. Estas, que não são muito “amigas” da silhueta feminina, chegam ultrassofisticadas em seda colorida e criam até certo desejo. Para acompanhá-las, tops assimétricos de mangas longas determinam um visual ainda mais dramático graças ao mais novo hit da estação: o maxibrinco. Mais uma vez o acessório se destaca nesta temporada, para a alegria das ávidas por opções que vão além dos colares. Certamente um recurso de alto impacto em qualquer produção, porém não muito adequado para as desprovidas de pescoço longilíneo. Outros acessórios que também se destacam são os cintos cheios de brilho e pedraria e as botas (bem) acima dos joelhos. Pelo visto, o designer francês deixa mesmo de lado a veia mais casual vista em suas últimas coleções e impõe toda a exuberância digna dos tempos de Pierre Balmain, fundador da maison. Prova disso são, por exemplo, os tweeds criados a partir da mistura de tecidos metalizados com o couro. Pura sofisticação! E, já que os looks noite são a pauta, pretos e mais pretos servem de base para altos contrastes com dourados, verdes e púrpuras. Afinal de contas, discrição não é tendência por aqui.