Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Dicas para usar branco no réveillon e arrasar

Nem todo mundo fica bem com a cor mas, seguindo algumas regrinhas, ninguém vai precisar fugir da tradição

Camila Carvas Publicado em 28/12/2012, às 08h57 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Branco nos desfiles de Alexis Mabille, Alberta Ferretti e Gucci. Inspiração para a noite do ano novo! - Marcio Madeira
Branco nos desfiles de Alexis Mabille, Alberta Ferretti e Gucci. Inspiração para a noite do ano novo! - Marcio Madeira

Conforme o mês de dezembro passa, as vitrines das lojas vão ficando cada vez mais parecidas... e brancas! Mas além de seguir as tradições do réveillon, é fundamental começar o novo ano feliz e linda. Pensando nisso, o CARAS FASHION preparou uma galeria de imagens caprichada, converou com Titta Aguiar, consultora de estilo e autora do livro Moda Artesanal Brasileira, e descobriu dicas preciosas para quem não abre mão de usar branco na virada. Agora, é só correr para o armário – ou fazer umas comprinhas – e esperar a contagem regressiva para 2013!

CARAS FASHION: O branco fica bem em todo mundo?
TITTA AGUIAR: Não. Em algumas pessoas, o branco causa um efeito feio, ressaltando olheiras e espinhas. Quem tem pele de cor fria pode usa-lo sem medo. Mas quem tem pele de cor quente deve dar preferência ao off-white, marfim, creme ou branco sujo.

CF: Como eu posso descobrir se tenho pele de cor fria ou quente?
TA: Uma dica é pegar dois acessórios, um dourado e outro prateado, e colocar um de cada lado do rosto. Se o dourado ficar melhor, a pele é cor quente. Se for o prateado, fria. Essa mesma comparação pode ser feita, de preferência sem maquiagem e com luz natural, usando camisetas de algodão branca e marfim. Basta se olhar no espelho, ou pedir ajuda para alguém, e descobrir o que fica mais bonito. Mais uma coisa: normalmente, quem fica bem de branco e prata tem as veias do pulso mais azuladas. Já em quem combina mais com dourado e marfim, elas puxam mais para o verde. E apenas para se ter uma ideia, quem tem cabelo preto, loiro acinzentado, loiro platinado ou marrom bem escuro, olho castanho escuro, verde escuro ou cinza e pele negra, branca pálida, rosada ou oliva costuma ficar bem de branco ou prateado. Quem tem cabelo avermelhado, castanho pinhão ou loiro bronze, olho marrom, castanho claro ou azul muito iluminado tende a combinar mais com tons de marfim, off-white e dourado. 

CF: Existe algum truque para quem não abre mão do branco alvo no réveillon, mas tem pele de cor quente?
TA: Nestes casos, o ideal é usar um colar de tons quentes, vivos. Como ele fica bem próximo do rosto, acaba levantando as suas cores. A mesma lógica vale para um par de brincos grandes ou uma estampa na parte de cima da roupa. E a maquiagem é muito importante.

CF: O branco engorda?
TA: Sim. Como ele amplia, fica melhor em pessoas mais magras. Quem estiver acima do peso, pode optar por outros tons, como o off-white, e escolher modelagens com decote e pence na cintura. Enquanto o primeiro amplia o pescoço, o segundo modela o corpo e tira aquela impressão de “retângulo”. Mas, independente do peso, é fundamental escolher uma roupa de baixo que não marque e usar combinações, se for o caso. Até o vestido mais maravilhoso fica deselegante se estiver marcando demais!

CF: E dá para aproveitar a roupa da virada durante todo o ano?
TA: Com certeza! O look total white pode mesmo dar a impressão de que a pessoa está com saudade do réveillon, mas com jaquetas, colares ou sapatos coloridos, o branco fica lindo e usável o ano inteiro!

Por Camila Carvas