Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Colete de pele sintética é peça-chave do inverno brasileiro. Saiba usar!

Consultora de moda dá dicas de como combinar a tendência em looks de trabalho e balada; confira

Luiza Camargo Publicado em 12/07/2016, às 11h29 - Atualizado às 11h46

Fiorella Mattheis, Olivia Palermo e Barbara Evans - AgNews/Getty Images
Fiorella Mattheis, Olivia Palermo e Barbara Evans - AgNews/Getty Images

Os coletes de pele sintética se tornaram peça-chave do inverno brasileiro. Quentinhos, estilosos e confortáveis, eles deixam um look de festa ou trabalho ainda mais elegante e sensual sem desproteger do frio.

"Coletes estão super em alta neste inverno. Nos dias mais frios, os mais indicados são os de pele sintética mesmo, eles aquecem com mais efetividade e são a cara da estação.  Para o ambiente de trabalho, combiná-lo a uma camisa branca fica ideal nesta situação. Já para a as baladas e jantares, o ideal é levar em consideração o ambiente. Para um visual mais glam, em situações formais, a pele sintética sempre será uma excelente opção, já para uma noite mais descontraída, ele não combina muito", revela a consultora de moda Renata Marques.

Porém, não são todos os tipos físicos que combinam com a peça, já que ela pode aumentar o volume da barriga.

"Por se tratar de uma peça que confere volume ao corpo, é preciso observar o seu tipo físico para escolher o colete certo. Mulheres que estão acima do peso devem escolher um colete de tecido menos volumoso ou  mais escuros que a blusa de baixo, isso cria uma linha vertical no centro do corpo, alongando a silhueta.  Mulheres mais baixas devem optar por colete sempre aberto, o que ajuda a verticalizar a silhueta. Já as magras e altas podem usar e abusar dos coletes, tanto abertos quanto fechados ficarão lindos", revela a expert.