Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Grife perde direitos da sola vermelha

Yves Saint Laurent poderá continuar fabricando sapatos com solado vermelho, segundo juiz

Redação Publicado em 11/08/2011, às 11h20 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Sapatos Louboutin - Getty Images
Sapatos Louboutin - Getty Images

O juiz federal Victor Marrero negou o pedido do estilista Christian Louboutin de impedir a Yves Saint Laurent de comercializar sapatos com solado vermelho nos EUA.

De acordo com o The Huffington Post, o juiz considerou que Louboutin não tem como provar que seu solado precisa de proteção de direitos autorais. "Na indústria da moda, as cores servem a funções ornamentais e estéticas, vitais para uma competição robusta",disse Marrero.

Louboutin havia entrado com um pedido na justiça para impedir que a Yves Saint Laurent fabricasse sapatos com o solado vermelho, o que considera ser sua marca registrada desde 1992. Ele alegava que a concorrente estava causando "confusão, erros e enganos entre o público consumidor" e pedia uma indenização de US$ 1 milhão.

A defesa da Yves Saint Laurent alegou que Louboutin não tem o direito de monopolizar uma cor de sapato que é usada "desde o rei Luis XIV, da França, até Dorothy em 'O Mágico de Oz'"'.

Os sapatos de Louboutin são famosos em todo mundo e sempre aparecem nos pés de alguma celebridade, como Madonna, Sarah Jessica Parker e Scarlett Johansson. Cada par pode custar até US$ 4 mil.