Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Aprenda a usar as tendências do red carpet do SAG Awards

Para usar as tendências do red carpet do SAG Awards, como a saia mullet de Marion Cotillard e o vestido transparente de Anne Hathaway, é preciso ter atenção à harmonia do visual! Confira as dicas de especialistas em moda

Redação Publicado em 28/01/2013, às 17h44 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Antes de aderir às tendências apresentadas pelas famosas no red carpet, fique atenta ao seu tipo físico. Ele é determinante para o bom caimento do vestido - Foto-montagem/ Getty Images
Antes de aderir às tendências apresentadas pelas famosas no red carpet, fique atenta ao seu tipo físico. Ele é determinante para o bom caimento do vestido - Foto-montagem/ Getty Images

Pelo red carpet do SAG Awards - como não poderia deixar de acontecer - celebridades esbanjaram elegância e glamour em looks poderosos. Vestidos que podem ser chamados de sonhos! E o melhor: podem ser usados por mulheres “reais” em ocasiões formais como casamentos e formaturas. Mas, antes de aderir a qualquer um dos modelos, tenha cuidado. Não é porque está na moda ou porque as celebridades usam que a peça cai bem para todos os tipos físicos. A partir das principais tendências do evento, realizado ontem nos EUA, especialistas dão dicas para você usar e não errar. Confira!

Candy color no red carpet

Depois de aparecer - e conquistar seu espaço - no visual de famosas e no desfile de grifes como Prada, Chanel e Louis Vuitton, a tendência candy color também está no red carpet. Ao escolher um vestido verde suave, a atriz Ellie Kemper encarou a difícil tarefa de agregar à cor delicada e discreta todo o glamour que a ocasião exige. Ela conseguiu! “Essas cores podem ser usadas em eventos formais e noturnos. Para dar charme ao visual como fez a atriz, use brilho!”, sugere Paula Frosini, consultora de imagem. A única recomendação é com relação à tonalidade da pele. “Tem que haver contraste”, diz.

Mullet

Apesar de estar na moda, o vestido mullet é alvo de polêmica. “O modelo pode ‘achatar’ a silhueta da mulher e fazer com que ela pareça mais baixa, principalmente se esconder o joelho”, afima Camila Capucci, professora de estilo da escola Sigbol Fashion. A dica para acertar no look com saia mullet é criar um visual harmonioso e usar salto alto para alongar a silhueta, mas o ideal é que ela já seja alta. A atriz Marion Cotillard, por exemplo, usou um vestido volumoso na parte inferior e “sequinho” da cintura para cima. “Para usar e estar bem vestida como Marion, a mulher precisa ter a silhueta ‘ideal’, na qual ombros, cintura e quadril estão em harmonia”, aconselha a professora.

Saia na altura do tornozelo

Anne Hathaway e Kaley Cuoco apostaram em modelos de vestido na altura do tornozelo. Mas apenas Anne acertou. “Como ela é esguia e alta, o modelo não ‘quebrou’ a silhueta dela. Além disso, a perna aparente ajudou a alongar o corpo”, afirma Camila. A estrela de “The Big Bang Theory”, Kaley Cuoco, não decepcionou, mas se tivesse usado um vestido mais longo ficaria mais elegante, segundo Paula Frosini. “O modelo do vestido e o sapato aparente ‘achataram’ a silhueta da Kaley. Ela é baixinha e precisa de elementos que alonguem a silhueta”, afirma.

Transparência

Um vestido com transparência pode ser sensual ou vulgar. A maneira como a roupa é usada é que determina a característica do visual. “A transparência tem que ser sutil. Não é bom abusar”, diz Paula. O vestido escolhido por Anne Hathaway para o red carpet do SAG Awards tinha elementos transparentes na saia e no busto. Mesmo assim, a composição estava elegante. Mas, no dia a dia, a mulher precisa ter mais cuidado ao usar. “Também nesse caso é preciso estar com o corpo em forma”, afirma a consultora de imagem.

Cauda

A cauda fez parte do visual de Jennifer Lawrence, Jennifer Garner, Naomi Watts e Morena Baccarin e pode estar no vestido de qualquer mulher, principalmente com tecidos fluidos. O “acessório” é democrático e cai bem em qualquer silhueta. Mas fique atenta: “a ponta do sapato não pode aparecer para não quebrar a silhueta e também não é bom que a cauda fique enroscando no pé. É deselegante andar jogando o vestido com a mão”, diz Paula.

Tomara que caia

O decote tomara que caia é clássico. Usar um é quase como garantir o sucesso do look. Mas, infelizmente, ele não é indicado para todos os tipos físicos. “A mulher triângulo invertido - que tem os ombros mais largos que o quadril - precisa evitar o tomara que caia. Deixando a parte superior do corpo em evidência, a região parece maior”, afirma Paula. Para as demais silhuetas, o tomara que caia está liberado, exceto para quem tem seios grandes. “O busto precisa ser de médio a pequeno. Esse decote pode aumentar ainda mais o volume da região”, afirma Camila Capucci.

Por Juliana Cazarine