Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Eventos / One Day Golf

SABRINA EM FASE SOLAR E ROMÂNTICA

ELA CONTA NA ILHA QUE APRENDEU COM SEUS DRAMAS E QUE SONHA EM CASAR

Redação Publicado em 04/04/2007, às 19h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Deitada sobre a canga, Sabrina, que apresenta o programa Vitrine, da TV Cultura, aproveita o sol ameno da manhã de Angra
Deitada sobre a canga, Sabrina, que apresenta o programa Vitrine, da TV Cultura, aproveita o sol ameno da manhã de Angra
por Sara Paixão Em sua visita à Ilha de CARAS, Sabrina Parlatore (32) saiu da cama cedo. Eram 7 da manhã quando a apresentadora do Vitrine, da TV Cultura, já estava de pé e em busca de um desjejum saudável. "Estou tentando adaptar a minha vida para dormir mais cedo, acordar mais cedo. Acho que a manhã é belíssima e energizante", contou ela, que entrou na nova fase da vida longe dos dramas descritos pelo escritor Honoré de Balzac(1799-1850) no clássico A Mulher de Trinta Anos. "Não tive crise. É um período em que a mulher sabe muito bem o que quer. Me conheço, e isso me traz muita tranqüilidade e sabedoria. Me sinto mais bonita hoje do que com 18, 20... É amadurecimento, em vários sentidos", garante. Quando fala em crise, Sabrina sabe bem do que se trata. Há 10 anos, ela enfrentou a depressão e a síndrome do pânico. Se tratou, se medicou e se curou. E hoje relembra o período como uma etapa vencida. "Foi a pior fase da minha vida. Você não sabe o que tem antes de diagnosticar e não se sente bem em nenhum lugar. Muita gente está sofrendo disso hoje em dia porque tem que ser bem-sucedido, feliz e tem que conquistar isso, aquilo. As pessoas estão infelizes porque nunca estão satisfeitas. Não desejo isso a ninguém, mas passa, tem cura. Tome remédios e tenha paciência, a doença não passa assim não (faz um estalo com a mão). É coisa demorada, arrastada", justifica Sabrina. O aprendizado e o sofrimento hoje rendem frutos. "Com esse amadurecimento dos 30 anos, me deu muita vontade de ter um filho ou dois, no máximo. Hoje, esse é o grande objetivo da minha vida: casar e formar minha família", revela. No entanto, a curto prazo, ela sabe que não terá como colocá-los em prática. Solteira há três meses, depois de terminar o relacionamento de dois anos com o fotógrafo Tarcisio de Lima(44), ela confessa que ainda não se acostumou com a solidão. "O coração está vazio. O Tarcisio é um amor de pessoa. Namoramos dois anos, mas acabou. Eu não gosto de estar sozinha. Sempre tive relacionamentos longos. Gosto de compartilhar a vida com alguém. Está faltando um pedaço", admite ela, que, apesar disso, faz planos sobre o dia do casamento. O problema maior é encontrar o par. "Esses rituais são bacanas, mas não são o mais importante. De repente, uma festa legal. Para isso eu tenho que achar a pessoa certa, que está em falta no mercado. É difícil encontrar alguém que esteja no momento parecido com o seu, com os mesmos objetivos", explica. Para resolver isso, a caseira e solar Sabrina tem se obrigado a sair de noite com amigos. Com sorte, é possível esbarrar com ela em algum bar, mostrando sua faceta de cantora de MPB, que apenas os mais íntimos conhecem. "É um grande prazer cantar, mas sem pretensão, só diversão", conta, sem deixar esperanças de mudar de idéia. Agradecimentos: Água de Coco, Forum; Coordenação de produção: Claudio Lobato; Produção: Mirian Fonseca; Beleza: Duh.FOTOS:MARTIN GURFEIN