Laudo revela qual foi a causa da morte do modelo que faleceu no SPFW 2019

Documento médico ainda esclareceu dúvidas sobre o uso de drogas ou bebidas alcoólicas

CARAS Digital Publicado sexta 24 maio, 2019

Documento médico ainda esclareceu dúvidas sobre o uso de drogas ou bebidas alcoólicas
Modelo de 25 anos faleceu durante o desfile da marca Oksa - Reprodução/Instagram

O São Paulo Fashion Week ficou marcado por uma grande polêmica neste ano. Durante o desfile da marca Oksa na 47ª edição do evento de moda, o modelo Tales Cotta acabou falecendo após um mal súbito na passarela. Desde então, surgiram grandes rumores sobre o que teria causado o óbito do jovem.

Quase um mês após o fatídico acontecimento, o portal G1 publicou uma nota dando detalhes sobre o laudo médico que trouxe à tona a causa da morte do modelo. De acordo com o documento, Tales tinha uma doença cardíaca não diagnosticada, que acabou evoluindo e causou um edema pulmonar agudo.

A cardiopatia foi dada como a principal desencadeadora do mal súbito. Além disso, o exame chegou a descartar qualquer presença de substância ilícita ou álcool no corpo do jovem, que faleceu aos 25 anos de idade.

O laudo do IML será anexado no inquérito responsável pela investigação da morte do modelo. Ainda de acordo com a reportagem, tanto o jovem, quanto a família, não tinham ciência de que ele lidava com problemas cardíacos, afinal, não teria demonstrado, em vida, complicações recorrentes desta questão.

“Descartada a hipótese de intoxicação exógena aguda (vide resultado do exame toxicológico acima) e que a causa da morte não pode ser estabelecida, esta, provavelmente ocorreu devido a um edema agudo pulmonar secundário a uma cardiopatia prévia não diagnosticada”, dizia parte do laudo.

Na ocasião, tanto a marca responsável pelo trabalho de Tales e o evento se pronunciaram e prestaram condolências a família.

Último acesso: 06 Dec 2021 - 12:08:43 (320464).

Leia também

TV CARAS