Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Olimpíada

Priscila Machado torce por Cesar Cielo na final dos 100m, mas ele termina a prova em 6º lugar

No Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Londres, Priscila Machado torce pelo namorado, o nadador Cesar Cielo, na final dos 100 metros livres, mas ele termina a prova em 6º lugar

Redação Publicado em 01/08/2012, às 17h00 - Atualizado às 17h14

Priscila Machado e Cesar Cielo - Reprodução/ Twitter e Arquivo CARAS
Priscila Machado e Cesar Cielo - Reprodução/ Twitter e Arquivo CARAS

Priscila Machado (26) emanou muita energia positiva das arquibancadas do Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Londres para o namorado, o nadador Cesar Cielo (25), pouco antes de ele disputar a final dos 100 metros nado livre. Porém, a sua torcida e a dos fãs que aderiram à corrente #VaiCesao no Twitter não foi suficiente para o atleta garantir um lugar no pódio nesta quarta-feira, 1º.

“8% de bateria [no celular] e o coração saindo pela boca! Corrente pro ouro! #VaiCesao”, postou no microblog instantes antes da prova.

Com o 5º melhor tempo na semifinal, Cielo nadou na segunda raia e terminou os primeiros 50 metros da prova em primeiro lugar. Mas, após a virada para os 50 metros finais, perdeu 5 posições e terminou em sexto lugar, com o tempo de 47s92. “Não fiz uma saída muito boa, mas fiz o tempo que esperava fazer. Fiz praticamente o melhor tempo da minha vida. A partir de amanhã é treinar para os 50 metros”, declarou em entrevista a Rede Record após sair da piscina.

O campeão mundial e favorito, o australiano James Magnussen (21) ficou a medalha de prata, superado pelo norte-americano Adrian Nathan (23) por apenas um centésimo de segundo: 47s52 contra 47s53. O bronze foi para o canadense Brent Hayden (28), com o tempo de 47s80.

Na próxima quinta-feira, 2, Cielo disputa a eliminatória dos 50 metros livre, sua especialidade e grande chance de medalha. O brasileiro é bicamepão mundial, campeão olímpico e recordista mundial desta prova, com o tempo de 20s91, e dono do melhor tempo do ano (21s38). A final será na sexta-feira, 3.