Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Eliminada!

Olimpíadas de Inverno: Sabrina Cass desabafa após eliminação: ''Não fui muito bem''

Sabrina Cass, a representante do Brasil na modalidade esqui estilo livre nas Olimpíadas de Inverno, não conseguiu a vaga para a final

CARAS Digital Publicado em 06/02/2022, às 14h22

Olimpíadas de Inverno: Sabrina Cass desabafa após eliminação: ''Não fui muito bem'' - Foto: Cameron Spencer/Getty Images
Olimpíadas de Inverno: Sabrina Cass desabafa após eliminação: ''Não fui muito bem'' - Foto: Cameron Spencer/Getty Images

Representando o Brasil nas Olimpíadas, Sabrina Crass (19) não conseguiu avançar à final do moguls, modalidade do esqui estilo livre.

Com 62.12 pontos, ela ficou na 16ª colocação na fase e em 26º na classificação final, se despedindo dos Jogos.

A australiana Jakara Anthony garantiu a medalha do ouro em sua última volta com 83.09 de pontuação. Ela ficou à frente da americana Jaelin Kauf (80.28) e da russa Anastasiia Smirnova (77.72). A francesa Perrine Laffont, campeã olímpica em 2018, fechou em quarto lugar (77.39).

- Cerimônia no Estádio Nacional de Pequim marca início das Olímpiadas de Inverno 2022

Sabrina avalia seu desempenho

Na primeira classificatória, que aconteceu última quinta-feira, 3, Sabrina ficou em 21º lugar, com 62,20. Naquela bateria, as dez primeiras avançaram direto à decisão. Na segunda fase classificatória, Sabrina não conseguiu melhorar sua nota ficou de fora da modalidade.

Em entrevista ao canal Sportv, a atleta comentou seu desempenho na competição e desabafou. "Eu achei, honestamente, que não fui muito bem. Pensei que fosse conseguir fazer um salto melhor no primeiro salto, mas não consegui. Foi muito difícil", desabafou.

E completou: "Não tem muitos atletas que conseguem chegar nas Olimpíadas. Só de chegar é muito legal. Estou muito orgulhosa de mim mesma. Eu acho que é bom, sou uma atleta de inverno no Brasil. Vai ser muito legal se crianças mais novas quiserem seguir."

Sabrina é filha de pai americano e mãe brasileira. Ela nasceu nos Estados Unidos e foi campeã mundial júnior de moguls pelos EUA em 2019. Em 2021, a atleta decidiu competir pelo Brasil e garantiu um nono lugar no torneio internacional aberto em Idre Fiall, na Suécia, e um 21º lugar na Copa do Mundo de Deer Valley, nos EUA.

Confira: