esporte Olimpíada

Joanna Maranhão sobre sua alegria de competir: ‘Acordo feliz todos os dias’

Em entrevista à ‘CARAS Online’, a nadadora Joanna Maranhão declara seu amor pelo esporte, além de passar confiança ao torcedor brasileiro para a Olimpíada deste ano, em Londres, na Inglaterra

Publicado terça 12 junho, 2012

Em entrevista à ‘CARAS Online’, a nadadora Joanna Maranhão declara seu amor pelo esporte, além de passar confiança ao torcedor brasileiro para a Olimpíada deste ano, em Londres, na Inglaterra
Joanna Maranhão - Fernando Azevedo

A nadadora Joanna Maranhão (25), que integra a delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, entre os dias 27 de julho e 12 de agosto, revela que o nervosismo ainda não apareceu, já que anda focada apenas em sua preparação para o evento esportivo. “A ansiedade está controlada! Ela está toda canalizada para o dia seguinte: treino do dia seguinte, musculação do dia seguinte, competição seguinte. É assim que vivo e construo meu resultado, dia a dia”, afirma ela em entrevista exclusiva à CARAS Online.

Apesar de ter apenas 25 anos, Joanna tem uma bagagem muito boa em grandes competições, o que pode ser um fator favorável para ela durante a Olimpíada deste ano. “Sem dúvidas minhas experiências anteriores ajudam. Comecei a nadar cedo, fiz meu primeiro Jogos Olímpicos com 17 anos, já conheço a atmosfera da competição, da vila, então não vai ser nenhuma novidade. Às vezes, quando o atleta vai para uma competição como essa de primeira, ele se deslumbra com tudo porque a vila olímpica é um parque de diversões, tem de tudo, é muito bacana! Mas dá tempo para curtir tudo sem atrapalhar o motivo principal: a competição”, explica.

Quando perguntada sobre sua evolução no esporte desde o início de sua trajetória na competição, ela mostra ter orgulho e muita paixão pelo esporte. “Muita coisa e ao mesmo tempo nada, as pessoas me conhecem mais hoje, conhecem minha história compreendem minha trajetória, mas para mim a principal mudança é que eu nunca amei tanto nadar como amo hoje. Tudo que passei serviu para me mostrar o valor do esporte na minha vida, parece brincadeira, mas eu acordo todos os dias com uma felicidade, sabe? A rotina me motiva e isso é uma sensação maravilhosa”, revela.

O resultado de toda essa alegria a faz sentir muito bem preparada para qualquer desafio nas piscinas, como ela mesma relata. “Por eu estar feliz comigo mesma, os resultados fluem, acontecem... Hoje vou para a baliza com a certeza de que meu corpo e minha cabeça estão em equilíbrio e que o resultado vai ser compatível com meus empenhos nos treinamentos”.

Ao mandar um recado aos familiares, colegas e torcedores que a deram força nos momentos difíceis de sua vida pessoal e esportiva, ela declara. “Gostaria de mandar uma mensagem de agradecimento, por toda paciência, todo apoio, mensagens de carinho, de vibração e dizer que podem contar com toda minha paixão na hora da competição, vou fazer meu melhor, competir sabendo que tenho milhões de brasileiros me impulsionando”.

Último acesso: 08 Jul 2020 - 22:30:44 (207971).