Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Despedida!

Galvão Bueno deixará narração na Globo após Copa do Mundo: ''Tudo tem seu tempo''

O narrador Galvão Bueno tem contrato com a TV Globo até dezembro deste ano

CARAS Digital Publicado em 24/03/2022, às 15h12

Galvão Bueno deixará narração na Globo após Copa do Mundo: ''Tudo tem seu tempo'' - Reprodução/Globo
Galvão Bueno deixará narração na Globo após Copa do Mundo: ''Tudo tem seu tempo'' - Reprodução/Globo

Galvão Bueno (71) deixará as narrações na TV Globo no final do ano. A Copa do Mundo no Catar será seu grande último evento.

No Instagram, o apresentador relembrou uma partida da Seleção Brasileira em 2014, e ao falar sobre o jogo que acontecerá na noite desta quinta-feira, 24, entre Brasil e Chile, ele contou que fará seu último jogo no Maracanã após 41 anos.

"Dia de Brasil x Chile!! Quem lembra desse jogo de 2014?? Hoje tem mais!! Jogo de despedidas. Último jogo da seleção no Brasil antes da Copa!! Último jogo de Tite no Brasil como técnico da seleção!! Meu último jogo da seleção no Maracanã em televisão!!", escreveu ele.

Confira:

Fim de um ciclo

Em entrevista ao jornal 'O Globo', Galvão falou sobre deixar as narrações e o fim do seu contrato com a Globo.

"Eu diria que hoje tenho uma consciência de que seria minha última Copa do Mundo narrando em TV. Tudo tem seu tempo. Mas, ao mesmo tempo, que termina o contrato para essa minha sequência de 41 anos na Globo, com trabalho do dia a dia, programa, narração de jogos, com essas coisas, a tendência nessa conversa é que isso pare depois da Copa do Mundo. Mas estamos negociando outras coisas. Outros caminhos", explicou.

O narrador pretende investir nas plataformas digitais e seguirá trabalhando até às Olimpíadas de 2024, em Paris. "E, muito provavelmente, muita coisa nesse mundo digital e outras plataformas dentro do Grupo Globo. A Globo é minha casa. Eu tenho contrato com a Globo até o fim do ano. E a gente resolveu que iríamos investir muito na minha participação na Olimpíada e, esse ano, seria seleção brasileira e Copa do Mundo. E estamos conversando para ver o que será depois do dia 18 de dezembro, que é o dia da final. Espero estar com saúde para estar lá", afirmou.

Galvão fez questão de deixar claro que não é um adeus a sua profissão. "Globo é minha casa. Então, a nossa conversa nesse momento é: o que irá acontecer, como deixaremos as portas abertas e que porta será utilizada depois do dia 18 de dezembro. É impossível você dizer no mundo "não, nunca mais". A vida me ensinou isso. Mas neste momento eu diria, narração em TV aberta, não mais", completou.