Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Copa

"É melhor ganhar uma Copa do Mundo do que 10 Copas das Confederações", diz Andreoli

Repórter do 'CQC' aposta num melhor entrosamento da equipe de Felipão em 2014 e aposta em Kaká na Seleção

Thiago Azanha Publicado em 12/06/2013, às 11h42 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

O jornalista Felipe Andreoli com os jogadores Kaká e Denílson - Reprodução/Instagram
O jornalista Felipe Andreoli com os jogadores Kaká e Denílson - Reprodução/Instagram

Felipe Andreoli, repórter esportivo do CQC e apresentador do Deu Olé, ambos na Band, aposta numa evolução da Seleção de Felipão até a Copa do Mundo, e coloca a Espanha como equipe favorita para a Copa das Confederações.

"Chance sempre tem, ainda mais disputando os jogos em casa. Mas realmente precisamos pensar na Copa do Mundo, em 2014", disse Andreolli para a Caras Online. "É melhor ganhar uma Copa do Mundo do que 10 Copas da Confederação".

O jornalista, que fará a cobertura de uma Copa do Mundo pela segunda vez consecutiva -- a primeira foi em 2010, na África do Sul -- acredita que o técnico Felipão está se preparando e ajeitando bem a equipe. "Comparado aos últimos jogos, a equipe evoluiu. É um processo natural. Precisamos confiar no técnico, que tem experiência e já foi campeão mundial com a Seleção [em 2002, na Copa do Mundo da Coreia do Sul e Japão]", contou.

Em 2010, na cobertura do mundial na África, Felipe destacou a alegria da população com aquela novidade acontecendo pela primeira vez no país, mas acha que os brasileiros devem ter um olhar mais crítico sobre a Copa. "Precisamos fazer bonito mais fora do que dentro de campo. E nesse quesito estamos devendo ainda".

Andreolli diz sentir falta de um líder experiente na equipe, citando o meia do Real Madrid, Kaká. "É importante ter um líder dentro do grupo, um cara agregador e que segure a onda. Quem não vem jogando na Seleção, mas é importante para o grupo num momento decisivo é o Kaká", afirmou.

Questionado se Ronaldinho Gaúcho ainda teria espaço dentro da equipe para a Copa do Mundo, ele disse que acha pouco provável. "Ele vive uma grande fase no Atlético Mineiro, mas nunca rendeu na Seleção. O Felipão poderá escolher entre um deles, mas o Kaká é melhor para o grupo. É melhor ter um amigo que pense no jogo do que um que pensa na 'night' depois da partida", palpitou.

Para o primeiro jogo da Copa das Confederações, Andreoli aposta no placar de 2 x 0 para o Brasil diante do Japão. "Eles farão um longa viagem e chegarão cansados porque jogaram uma partida da Eliminatórias da Copa. O Brasil precisa ganhar bem".

Já a Espanha, para o jornalista, é a favorita ao título em 2013, na Copa das Confederações. "Eles são os atuais campeões mundiais e ganharam a Eurocopa no ano passado. Eles chegam como favoritos", disse.