Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Copa

Famosos assistem o primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo no Lounge CARAS

Leona Cavalli, Luiza Tomé, Jakelyne Oliveira e outros famosos assistem a primeira partida do Brasil no Jockey Club

CARAS Digital Publicado em 18/06/2014, às 17h40 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Famosos no Lounge Caras da Copa - Caio Guimarães, Margarethe Arbussamra Photos, Martin Gurfein, Samuel Chaves/S4Photopress
Famosos no Lounge Caras da Copa - Caio Guimarães, Margarethe Arbussamra Photos, Martin Gurfein, Samuel Chaves/S4Photopress

Após longos 64 anos de espera, finalmente a maior festa do futebol, a Copa do Mundo, volta a ter como palco o Brasil. Protagonistas dessa jornada esportiva, os astros da Seleção canarinho deram os primeiros passos da corrida rumo ao hexacampeonato, na partida de estreia, contra a Croácia, na Arena Corinthians, em SP. Na mesma cidade, um time de estrelas se reuniu para torcer pela equipe de Luiz Felipe Scolari (65), no concorrido Lounge CARAS, na Casa Cor, no Jockey Club. “Entendo a emoção dos jogadores em campo. Afinal, também sou uma representante do Brasil, mas no universo da beleza. Sei o tamanho da responsabilidade”, afirmou a atual Miss Brasil, Jakelyne Oliveira (21), sem o amado, Tony Marques (28), e serena mesmo após o rumor de que seria pivô de crise no casamento do craqueKaká (32).“Jamais me envolveria com um homem casado e estou chateada com isso. Mas entendo, por ser uma pessoa pública”, afirma, categórica, Jake. “É impossível não se emocionar ao torcer pela Seleção. Esse amor está no sangue”, apontou a atriz Luiza Tomé (49), que agitou a arquibancada ao lado do namorado, o médico Wagner Gattaz (63), e dos filhos gêmeos Luigi e Adriana (10), da união com o ex, Adriano Facchini (46). “Futebol é tradição, alegria e paixão”, resumiuLeona Cavalli (44), de férias da TV após o sucesso em Amor à Vida.

Acostumados com a pressão das grandes competições, os ídolos do vôlei Giba (37) e Marcelo Negrão (41) estavam entre os mais tranquilos. “Fazia tempo que não assistia a uma Copa! Nas anteriores, sempre estava com a equipe disputando a Liga Mundial e não conseguia acompanhar os jogos”, festejou Giba. “Tenho certeza que o Brasil vai começar com o pé direito”, emendou Marcelo. Já o fera do UFC Junior Cigano (30) frisou que, quando o assunto é futebol, seu forte é endossar a torcida. “Não jogo nada! Sou bom em torcer”, brincou ele, com sua Isadora Santos (24). Assim que o apito foi dado e a bola começou a rolar, os convidados se reuniram na arquibancada com vista para a pista do Jockey para assistir à partida em dois vídeo walls, com 15m² cada. Nem mesmo a primeira bola a entrar na rede — gol contra marcado por Marcelo (26), que fez a Croácia abrir o placar — desanimou a torcida. “Apesar das confusões e manifestações dos últimos dias, acho que todo brasileiro já entrou no clima e está contagiado com a Copa. Admiro o time, especialmente, Neymar!”, enalteceu Renata Kuerten (25), que não conteve o grito ao lado do namorado, Beto Senna (32), ao ver o ídolo empatar o jogo, ainda no primeiro tempo.

Prova de que o esporte une diferentes gerações, a eterna Garota de Ipanema, Helô Pinheiro (68), e a atriz Maisa Silva (12), da Patrulha Salvadora, do SBT, exaltaram o amor pelo Brasil e pelo futebol. “Essa paixão é cultural! Precisamos nos unir e mandar boas energias para o time”, frisou Helô, que vestia as cores da bandeira. “Não tenho superstições em dia de jogo, mas vestir preto não dá”, emendou. “Torço para que tenham foco, força e fé”, falou Maisa, que se deliciou com o menu da chef Lourdes Bottura (59), do restaurante Badebec.

Após apreensivo primeiro tempo, a sensação de alívio veio com o pênalti a favor do Brasil, na etapa final. Concentrado, Neymar mais uma vez balançou a rede e virou o placar. “É nesse momento que o orgulho nacional aflora”, comentou a jornalista Luciana Liviero (43) com o casal Kiara Sasso (35), do musical A Madrinha Embriagada, e Ricardo Nunes (37). Apresentadores da Record, Celso Zucatelli (41) e Mylena Ciribelli (46) recordaram a primeira Copa sediada no País. “Em 1950, o Brasil perdeu a final no Maracanã e meu pai diz que, naquele momento, houve o silêncio mais ensurdecedor da história. É hora de nos redimirmos e levantar a taça”, garantiu a apresentadora do Esporte Fantástico, na Record. Por falar em união, os atores Rodrigo Veronese (43) e Arieta Corrêa (37), separados desde 2009, fizeram questão de levar o filho, Gael (5), para vibrar pela Seleção. “É o primeiro mundial que Gael assistirá, não podíamos perder este momento”, disse Rodrigo. A certeza da vitória veio pelos pés de Oscar (22), que ampliou o placar com gol de bico, cravando o êxito brasileiro por 3 a 1. “Tinha certeza que venceríamos”, festejou a Miss Brasil. “O frio da estreia passou! Agora estamos mais confiantes para os outros jogos”, finalizou Helô.