Esporte Recordação!

Especial Copa do Mundo Feminina: Volta ao tempo!

Saiba detalhes sobre o evento que começará na próxima sexta-feira, 7
Saiba detalhes sobre o evento que começará na próxima sexta-feira, 7 Reprodução/Instagram


Saiba detalhes de como foram as últimas competições do futebol feminino

Estamos prestes a dar início a oitava edição da Copa do Mundo Feminina! Na próxima sexta-feira, 7, a anfitriã França dará o pontapé inicial da competição no Parque dos Príncipes, estádio do PSG, contra a Coréia do Sul, a partir das 16h no horário de Brasília.

A fim de deixar vocês a par sobre este grande evento que nos dará um mês de muito futebol e instantes únicos, nós da CARAS Digital faremos um especial com diversos pontos importantes sobre o grandioso acontecimento esportivo. Que todos ficaram surpresos e impactados com as curiosidades do torneio, nós já sabemos!

Mais Notícias

Agora que você já está ainda mais próximo do evento, sabendo um pouco sobre sua história, que teve início em 1991, na China, podemos fazer uma espécie de volta ao tempo para que todos entendam um pouco do que se passou até chegarmos aqui, quando o assunto é Copa do Mundo Feminina.

Seguindo a linha de raciocinio, iremos relembrar as últimas sete edições, assim, todos poderão saber um pouco mais sobre o que já aconteceu na competição, onde foi, quem disputou, quem ganhou, como ganhou...

Bom chega de espera! Vamos ver quem deixou o nome marcado nas primeiras impressões do campeonato, que chegará, a partir da próxima sexta-feira, 7, a sua oitava edição.

1a Edição - China (1991) 

A primeira edição ficou marcada por muita incerteza. Na ocasião a FIFA discutia o quão valido seria realizar um torneio de futebol feminino. Os jogos começaram no dia 16 de novembro e terminaram no dia 30 de novembro.

Ao todo, mais um mês de competição, que passou por seis estádios, de quatro cidades diferentes. Neste intervalo de tempo, a Província de Guangdong, na China presenciou a chegada de doze países. Os mesmos protagonizaram 26 jogos e 99 gols no total.

A final foi entre Estados Unidos e Noruega, o resultado final foi de 2 a 1 para os estadounidenses, que se consagraram a potência a ser batida nos próximos torneios.

2a Edição - Suécia (1995) 

A segunda edição acabou seguindo os mesmos moldes da primeira competição. Ao todo foram 12 seleções, que disputaram o titulo em 26 jogos. Curiosamente, o número de gols também foi 99. A primeira diferença foi a data de disputa, igualando-se ao torneio masculino, o evento, que foi sediado na Suécia aconteceu entre 5 de junho e 18 de julho.

A final foi disputada entre Noruega e Alemanha, na ocasião, os noruegueses venceram por dois gols de diferença. Durante os jogos, a FIFA experimentou uma regra, onde cada time havia o direito de uma parada técnica de dois minutos para cada meio tempo.

A expressividade do torneio passou a crescer, tendo em vista pesquisas que mostraram que de cada quatro noruegueses, um estaria assistindo o jogo. Após a volta da Seleção para casa, uma grande festa tomou as ruas de Oslo.

3a Edição - Estados Unidos (1999) 

A terceira edição aconteceu nos Estados Unidos pela primeira vez. Nesta ocasião, algumas mudanças foram implantadas no torneio, que aconteceu entre os dias 19 de junho e 10 de julho. Diferente das primeiras edições, o número de seleções passou de 12 para 16, com isso, o número de jogos aumentou para 32 partidas. Automaticamente, o número de gols saiu de 99 e foi para 123.

Um dos maiores marcos do campeonato neste ano foi a grande final, que pela primeira vez teria ido aos pênaltis. A acirrada disputa entre os donos da casa e China acabou ultrapassando os 90 minutos e a prorrogação. Após converter a última batida, Brandi Chastain tirou a camisa e deslizou pelos gramados de sutiã.

4a Edição - Estados Unidos (2003) 

Por mais que a edição estivesse prevista para acontecer na China, uma grande epidemia tomou conta do país. Com isso, foi definido que os asiáticos ficariam responsáveis pela próxima competição, assim, os Estados Unidos sediou, novamente a grande competição feminina.

Nesta edição, a Alemanha começou demonstrar uma certa hegemonia, na grande final contra a Suécia a seleção demonstrou grande superioridade ao vencer por um gol de diferença. O formato não sofreu nenhuma alteração, o número de equipes foi mantido, porém, o número de gols diminuiu para 107.

5a Edição - China (2007) 

Após toda a polêmica que fez com que a China não sediasse a última edição, o evento desembarcou em terras asiáticas e chamou atenção por muitos detalhes. A Alemanha seguiu como a detentora do campeonato, a final contra a Seleção Brasileira foi mais fácil do que a anterior, o resultado final foi de 2 a 0 contra a equipe comandada por Marta.

Nesta edição, o torneio marcou um recorde que segue até os dias de hoje. A campeã chegou a vencer por 11 gols de diferença a Argentina. Este resultado se tornou a maior vitória da história da Copa do Mundo Feminina.

6a Edição - Alemanha (2011) 

Após dois títulos consecutivos, a Alemanha recebeu a grande competição. Considerada uma das disputas mais acirradas entre as 16 equipes, tendo em vista o baixo número de gols, que chegou a 86, menor número desde a primeira edição.

Enquanto todos esperavam a dona da casa avassaladora, quem roubou a cena foi o Japão, que venceu a grande final nos pênaltis, contra os Estados Unidos. A sexta edição ficou marcada justamente pelo fato de uma seleção asiática vencer o torneio pela primeira vez.

7a Edição - Canadá (2015) 

A última edição, que aconteceu em 2015, no Canadá, acabou trazendo à tona a primeira repetição de equipes na grande final. Desta vez, o resultado foi diferente. Os Estados Unidos se deu melhor e acabou vencendo por 5 a 2.

A competição ficou marcada por diversos detalhes. Pela primeira vez, o número de competidores passou de 16 para 24. As seis cidades sedes apresentavam cinco fusos horários diferentes, o que causou um grande alvoroço entre as delegações, que chegaram a alegar que seria prejudicial para as competidoras.

Ao todo, foram 148 gols e oito estreias de seleções na competição. Assim como a Copa do Mundo FIFA de 2014, a tecnologia da linha do gol esteve presente pela primeira vez. O mundial também foi o primeiro a ser jogado inteiramente em relva artificial, causando bastante polêmica antes do torneio.

por Pedro Ungheria
Atualizado segunda 22 julho, 2019 (321324) | 23/08/2019 21:06:12

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Gusttavo Lima explode o fofurômetro ao mostrar Gabriel cantando seu mais novo sucesso Gusttavo Lima mostra o filho de 2 anos cantando sua música
  2. 2 Após 6 anos afastada, Claudia Rodrigues retorna aos palcos
  3. 3 Pocahontas confirma namoro com Ronan Souza, ex de Anitta
  4. 4 Paolla Oliveira posa ao lado de colegas de trabalho
  5. 5 Luísa Sonza e Iza enviam mensagens de apoio após lançamentos
  6. 6 Flavia Pavanelli marca presença em lançamento de aplicativo
  7. 7 Ticiane Pinheiro compartilha foto fofa amamentando Manuella
  8. 8 Mariana Goldfarb impressiona os seguidores com corpão
  9. 9 Anitta ganha novo apelido após posts sobre Amazônia
  10. 10 Luma Costa prestigia Marina Ruy Barbosa em evento